Tuesday, March 26, 2019

Meus (nada) queridos números vermelhos! - A trajetória de um aspirante a Day Trader #02

Conforme havia comentado, vou postar um panorama geral dos meus resultados no day trade até hoje.

Apenas como um "preview". tenho a dizer que aqui estão os resultados gerais e líquidos por tanto estão incluidas operações em indice, mini índice, dolar e mini dolar futuros e alguns papéis a vista: PETR, BBAS, CSNA, GFSA, VALE... entre outras. Sendo que 98% das minhas operações são nos futuros citados. E além das operações estão inclusos todos os custos (exceto IR uma vez que ainda estou com saldo geral negativo, não devo IR ao governo).

Vou dar essa geral nos números e em outros posts, se achar necessário, ou alguém pedir nos comentários posso detalhar algo.

Temos então os resultados mensais em 2018:

Day trade 2018

Como já falei, em outubro tive o melhor e o pior mês do day trade (talvez o pior seja suplantado por março/2019 dependendo de uma análise ainda pendente na corretora).

Dezembro foi um mês de comemoração pois foi meu primeiro mês positivo (e foi até rápido), mas como nem tudo são flores, aí vão os resultados de 2019 até hoje:

Day trade 2019
Em janeiro fechei negativo, mas foi um negativo extremamente controlado, diria até que esperado, nuito embora jamais se deseje isso, mas se fosse para colocar como uma "perda natural" de acordo com o modo como operei, isso seria a média. E isso baseado nos ganhos de fevereiro (que até hoje foi o melhor mês) fechando acima de 4 mil positivos - tendo operado, em fevereiro, apenas a metade final do mês devido a minha entrada de férias.

Em números

Mas o destaque fica para março/19 (operei até a metade do mês - final das férias) onde estava tudo sob controle (em LOSS (perda), mas baixa, até que dei de cara com o erro de plataforma/corretora que me tirou aproximadamente de 7 a 8 mil reais em uma operação que ficou indevidademente aberta (está em processo de análise junto a ouvidoria da corretora).

Confesso que um erro que fiz foi estar com esse dinheiro na corretora uma vez que meu pior LOSS dentro do planejamento não ultrapassaria R$ 1mil - então até hoje me pergunto: porque cargas d'água tinha 8 mil na conta se não precisava? ...
Minha resposta (esfarrapada, mas honesta) é que ter  um valor na conta que fique longe dos valores das oscilações aceitas dá uma certa tranquilidade para operar, selecionar com calma pontos de entrada, etc... tanto que, não tivesse acontecido a falha na corretora, eu teria stopado (encerrado a operação com um loss de 500 a 1000, ficando com saldo positivo ainda de 250,00 reais, (pois já estava operando positivo devido a estratégia adotada.

***Um acontecimento extra-mercado, foi o fato de que semana passada bati o carro e os consertos e reparos totais (meus e do carro que bati na traseira) ficaram em quase 2 mil reais... já ia me lamentar de não ter seguro, mas a franquia calculada estava em 2300,00.. nem compensaria acionar...

Como podem ver março começou e vai fechar negro por aqui.. o fechamento mensal vai mostrar o estrago (da batida do carro e maior ainda se não conseguir reaver meu dinheiro com a corretora - embora se alegarem que não há motivo para ressarcimento ainda vou recorrer à CVM se for cabível - mas isso já é outra novela)...

Como disse em outro post, não sinto pelo dinheiro em si, mas pelo distanciamento que isso traz da minha IF - Considerando que só em março o resultado de -12k (trade e carro) equivale a -23% do meu patrimônio indo embora - isso equivale a totalidade da minha reserva de emergência - que precisarei reconstruir.




Por fim, mês negativo a vista - totalmente previso na renda variável alavancada... mas dessa vez a ré veio bem forte.

Kronos T.

Sunday, March 24, 2019

Prolixo

prolixo
/cs/
adjetivo
  1. 1.
    que usa palavras em demasia ao falar ou escrever; que não sabe sintetizar o pensamento.

    "escritor p."
  2. 2.
    cansativo por estender-se demais no tempo; que tende a arrastar-se.

    "discurso p."

Pois é... relendo meus posts acho que sou bem prolixo em minhas escritas, preciso melhorar isso principalmente para os posts de balanço patrimonial. Conto com a opinião de vocês para melhorar nisto por aqui, exceto para assuntos que eu queira intencionalmente me estender ou detalhar.

Pode ser também por estar começando o blog agora e querer explicar um pouco do passado (como ocorreu no post sobre o balanço) e por isso o texto alongado.

Com a prática melhora-se, espero.

Em breve com os dados do day trade que prometi, a faculdade está com matéria totalmente acumulada então tá meio apertado um post mais elaborado.

Abraço a todos!

Friday, March 22, 2019

Atualização do blog...

Apenas pra informar que coloquei uma lista aqui do lado direito chamado "Histórias..." onde vou separando por categorias para quem quiser saber mais sobre algum assunto específico.. por hora vou usar uma # como label no final do post para indicar a qual história o post específico vai ficar! 

Só pra dar um charme a mais no blog rsrs 

De volta aos estudos,

Extra: 

Lembro que citei que estudo engenharia, mas não lembro se disse qual: só pra ficar aí como dica para quem quiser adivinhar rsrs:

Além de música curto muito essas coisas!

Bora voltar para os estudos!

Wednesday, March 20, 2019

A trajetória de um aspirante a Day Trader #01 - só um pouquinho (prometo) de background...


Vou só contar um pouco sobre minha breve história no mercado de capitais (não sou analista nem nada do tipo... minha história como Pessoa Física sem conhecimento inicial nenhum!)

Também quero ir logo aos números, então teremos isto no próximo post (devo demorar um pouco mais pra postar pois preciso organizar os prints das planilhas).


Bem, continuado o post anterior...

Mercado Financeiro - do início

Conheci o mercado há um bom tempo, na época do Folha Invest, mas bem antes deles encerrarem (pelo que vi pelo link). Aprendi um pouco sobre o básico da bolsa lá - como comprar e vender, o que são lotes cheio/ fracionário, ações ON / PN e nesse tempo nem tive contato com derivativos.

Cheguei a participar do simulador deles em que comprávamos e vendíamos ações tendo como início um capital de 100 mil reais e era uma competição no qual os melhores ganhavam uma visita à Bovespa. Não vou me alongar sobre isso, porque se bem me lembro depois de uns 3 meses já nem me interessava mais por esse assunto, acabei focando em uns projetos de hobbies pessoais (com eletrônica) e bastante na música (sou técnico e graduado em piano há alguns anos).

Esse período citado foi por volta de 2008, tava no meu primeiro emprego e à essa altura queria juntar uns 5 mil pra pensar em colocar na bolsa, mas nesse meio tempo precisei construir dois cômodos nesta mesma casa de onde vos falo  e moro até hoje e com isso foram, na época uns 3500,00 de minhas economias de um salário de uns 400 reais. (mais ou menos o mínimo da época).

Foi um longo hiato sem pensar em Mercado financeiro. Vendo uma coisinha ou outra alí, mas no plano de fundo sempre aquele pensamento de que o mercado é pra gente com muito dinheiro e que estava longe disso. Em 2016 comecei a investir no Tesouro Direto  - até hoje a melhor decisão que tomei financeiramente pois vi a diferença,  que eu digo, absurda, de rendimento para com a poupança e com isso alguns CDBs na corretora  pensando já num médio prazo.. (hoje tenho na carteira CDBs com um bom rating de 128% do CDI ... deve estar mais fácil achar isso hoje, mas lembro que quando comecei  achava com muita dificuldade uns de 110/115 % se não me engano.

Lá para julho do passado (2018) conheci um amigo de um primo meu que estava operando apenas na bolsa há 3 anos - fulltime como day trader, mas que começou, apenas neste começo de 4º ano, a ter resultados positivos e consistentes. Ainda na época eram resultados negativos consistentes segundo ele. E desde esse dia que o conheci  abri uma conta em uma corretora onde a corretagem estava extremamente baixa e que depois veio a zerar e comecei com a conta demo que citei no post anterior.

Um mês depois, vendo que tinha aprendido a lidar com a plataforma e tendo estudado muito (mesmo em um mês apenas)  sobre  mercado futuro e inicialmente apenas análise gráfica (de uma maneira obsessiva até), resolvi entrar no trade de cabeça e experimentar as sensações (que muitos diziam  - diferentes) que o mercado acaba trazendo quando se coloca o dinheiro em risco.  
Por sensações, não digo "com prazer", mas no sentido da diferença entre o trade de conta demonstrativa e o trade de conta real. No começo não senti diferença alguma pois operava com a mesma seriedade no trade demonstrativo, mas depois a coisa foi ficando tensa e se tornando números (feios e vermelhos no excel).

No próximo post sobre trade falarei e mostrarei meus números nestes 8 meses de day trade... espero que a questão do post anterior (os -7088,00) esteja resolvido já pois estou começando a pagar juros pelo rombo (e que vou recorrer desses juros também uma vez que estou pagando eles por conta de erros na corretora - só espero que as provas que consegui coletar sejam suficientes para comprovação dos erros) e que tenha meu reembolso (que pelas minhas contas não deve ser integral).

Estou fazendo faculdade (Engenharia - nada a ver com música né...) e vou estar meio apertado essa semana pra postar aqui... mas conforme algumas coisas forem acontecendo  vou atualizando aqui. Pretendo abrir para outros assuntos também  - dentro das finanças - e há muito o que se falar - embora meu conhecimento ainda seja pouco sobre toda essa grandiosidade que é o mercado.

Até!

Monday, March 18, 2019

A trajetória de um aspirante a Day Trader #00 (não integral nessa atividade: vocês verão porquê...)

Fiquei alguns meses pensando em registrar minha trajetória neste novo ramo já há alguns meses. Primeiro porque queria registrar de maneira "eterna" esta fase  financeira da minha vida, e segundo porque não vejo por aí tão facilmente (também não procurei)  blogs que tratam do assunto.

Vou fazer algumas observações antes de começarem a leitura:

  • Para entenderem "quem" vos fala: estou no day trade com conta real há apenas 8 meses.

  • Não tenho resultados consistentes ainda, aliás meu resultado líquido total no day trade hoje é de:
chamado: ROMBO

Vejam meu post anterior para ver quanto isso significa do meu patrimônio - (alguns valores não vão bater: porquê o resultado de lá é de Fevereiro (já estamos na metade de março) e tenho um LOSS de 7088,00 em haver por uma possível falha do sistema entre corretora e plataforma (que aumentou meu risco absurdamente e estourou a conta minha na corretora) então um resultado preliminar seria de R$ -8050,00 que ainda é um valor enorme quando comparado ao meu patrimônio.

  • A partir do 3º post sobre o assunto pretendo postar mais gráficos e tabelas para verem o DESASTRE de perto.. mas tem os GAINs de outubro e fevereiro (ah... saudades) que citei também no post anterior.


Continuando...

De tanto enrolar para fazer um blog para acompanhar meus trades e minha trajetória e após lembrar-me dessa vontade de fazer um site dentro dessa blogosfera de finanças, pensei: porque não juntar ambos? São áreas próximas e acabo por atualizar com mais frequência o blog e penso que, quem se arrisca nessa área de trade (não apenas para as horas vagas) é porque deseja também construir um patrimônio de longo prazo no final das contas.

Enfim, também vou falar de day trade aqui. Mas sem intenção de ensinar nada, muito menos vender curso ou mesmo vender fantasias. Vou só contar o que está acontecendo, comemorar as vitórias, aprender com as derrotas (aprender.? a quem estou querendo enganar? CHORAR com as derrotas.)  - na verdade se aprende muito na tristeza sim, e fui conhecer isso só agora com o trade... o objetivo final nunca é o dinheiro (na minha opinião), mas essas derrotas acabam nos levando a sentir que isso é um passo atrás: contra a direção do objetivo, logo o pranto não é pelo dinheiro perdido mas pelo sonho mais distante

Estes dois primeiros posts sobre o assunto #00 e #01 são mais para contar como foi o início. Que não foi grande coisa (e vou resumir muito: não quero um post longo de novo - vou dividir este em partes, sem dó, se precisar), mas como disse queria registrar isto aqui.

Continuo no próximo post!

Aceito sugestões para melhoras nos posts e nas postagens em geral.

PS: Agradeço aos que comentaram no primeiro post e fiquem todos a vontade nos comentários - aceito comentários anônimos, também).


Thursday, March 14, 2019

Atualização do patrimônio Financeiro R$ 51.210,90 (Fev/2019 e anteriores)

Bem pessoal,  hoje começo a postar minha atualização financeira.. .geralmente vou procurar fazer no começo do mês seguinte, mas como comecei o blog no meio do mês e há registros de meses anteriores posto abaixo como as coisas estão indo...

Tive que preparar um gráfico com dados dos meses anteriores de modo mais consolidado aqui para não me enrolar muito, mas desde quando anoto consistentemente estes são os resultados (olhando as planilhas aqui não entendi porque pulei março e abril de 2018):



 Em números, temos:


          Mês           Total                     %
jan/2018 R$ 32.105,56
fev/2018 R$ 36.498,88 13,68%
mai/2018 R$ 42.313,28 15,93%
jun/2018 R$ 41.868,65 -1,05%
jul/2018 R$ 44.952,48 7,37%
ago/2018 R$ 45.195,51 0,54%
set/2018 R$ 47.179,57 4,39%
out/2018 R$ 42.520,31 -9,88%
nov/2018 R$ 43.342,32 1,93%
dez/2018 R$ 42.800,44 -1,25%
jan/2019 R$ 40.874,52 -4,50%
fev/2019 R$ 51.210,90 25,29%


Dois pontos que acredito merecerem destaque são a transição de set/18 para out/18 (uma queda de 9,87%) e a desse início de ano (jan/19 a fev/19 - alta de  25,28%), ambas tiveram basicamente o mesmo motivo: minha entrada no mercado de day trade de futuros e ações.

Acho que é uma história para um post separado (contar tudo desde o início e etc), mas resumindo aqui quanto a questão dos valores e meses os fatos importantes foram, "Kronoslógicamente":

jul/2018 - Início de operações em Day trade por meio de contas demonstrativas.
ago/2018 - Início de operações em Day trade  na conta real (botando minha pobre graninha na reta).

out/2018 - Maior quebra que tive até hoje no day trade (tive um ganho de cerca de 10 mil dentro de outubro - cerca de 2 semanas de ganhos consecutivos, porém quando veio o "dia de loss", foram 3 dias seguidos somando cerca de 14 a 15 mil de prejuízo - resumindo: má gestão estratégica).

 fev/2019 - Maior mês de ganhos*, com day trade foram cerca de R$ 6mil (que ainda não cobrem todos os prejuizos que tive no day trade - tive algumas outras perdas um pouco significativas nos meses intermediários além dos aportes vindos da minha C/C para poder operar), mas foi um respiro e tanto!
*no fechamento mensal. Em out/18 ganhei +10 mil, mas fechei o mês com -4mil

Esse mês de março infelizmente fiz um dia bem ruim, e perdi cerca de 4mil ... logo, dos 6 que tinha ganhado mês passado devolvi 66% aproximadamente, e já tive um ganho acima de 1000, porém com uma perda igual em outro dia subsequente, que acabaram se anulando... nesse entremeio alguns ganhos menores, mas que pretendo dedicar um outro post para detalhes dessa "#vidadetrader"!

Também preciso destacar que estive de férias desde a metade de fevereiro até a metade de março e meio que abdiquei das minhas férias para dar uma chance e um foco total no trade e só nas férias que consegui operar "certinho" - da forma tradicional: sentando a bunda na cadeira e estudando o mercado, e o mais importante NA PARTE DA MANHÃ. Faz uma diferença absurda dos trades que eu fazia na parte da tarde (mais detalhes em post sobre o assunto).


Bem que eu queria que fosse assim mesmo:
#vidadetrader(termo ironizado no meio, que faz alusão à vida fácil - o clássico "operar mercado na beira da piscina tomando um champagne"!

Os outros ganhos maiores (em percentual) foram de aportes feitos geralmente em meses de entrada do 1/3 de férias, restituição de IR ou (principalmente) PLRs recebidas e algumas diminuições foram por conta de umas viagens que fiz em dezembro e janeiro (que foram um pouco salgadas para o bolso). Desde o início no trade, os aportes que eram mensais foram diretos para operações no mercado, mas com o equilíbrio (de forma geral) que comecei a ter com as operações provavelmente e espero que não precise mais  fazer aportes para operação. Principalmente porque iniciei minha carteira Buy and Hold  esse mês também (só precisa conseguir fazer isso em uma corretora diferente da que opero o trade (pra ela não usar minha carteira como margem de garantia), mas os valores de corretagem estão, em geral, proibitivos para os valores que posso aportar atualmente. Vou levando junto por enquanto.

Falando em carteira e finalizando o post abaixo posto como está HOJE minha carteira (verão que há algumas discrepâncias, mas foi pelas coisas que já ocorreram esse mês, mas que no post de consolidação do mês que vem estarão mais "certinhas":



Parte da diferença está também de dinheiro em espécie (que não depositei pois pretendo usar para consertos no carro - que não incluo como valor patrimonial em minhas planilhas), mas o carro é um popular antigo que tem valor de mais ou menos 10mil, e o saldo em garantia para trade (que trato como se fosse uma empresa - com movimentação e balanços separados da "PF").

Em detalhe o meu início na carteira de ações:


55 ações da ITSA4
35 ações da WEGE3
21 ações da B3SA3

compras feitas em um aporte de aproximadamente R$ 2000,00 e que já vem com um crescimento ótimo desde então (comprei há cerca de uma semana só, já com variação de +3,64%).

Acho que há uma certa "bolha dos 100mil pontos" se instalando na Bovespa atualmente então até não estou tão empolgado com essa alta rentabilidade... mas vale a regra: se cair é sinal pra comprar mais! mês que vem  (se o trade não for traiçoeiro comigo) devo fazer um aporte de 5 mil da atual PLR recebida este mês. Como acabei ficando um tempo sem um fundo de emergências, acabei colocando estes 5 mil no tesouro SELIC (fato que ainda não está nos gráficos acima, e talvez não esteja pois pretendo ter até 30% de ações em minha carteira agora de início. Mas fui um pouco conservador ao priorizar no reestabelecimento do fundo de emergência.

Bem, é muita coisa pra "atualizar" o blog e fazer deste meu pontapé inicial.. em outros posts devo contar como cheguei àqueles 32 mil iniciais... mas foi basicamente na base de trabalho e poupança (desde quando comecei a trabalhar aos 18 - hoje com 30 acho que poderia ter feito muito mais, mas sempre priorizei meu tempo livre ao dinheiro e isso refletiu diretamente nesse resultado).

Um abraço pessoal, espero que estejam gostando do blog  - comentem sempre que puderem!


editado:
Uma última observação que agora que percebi é que não coloquei saldos de conta correntes e valores em Cryptomoedas nas tabelas, mas como disse o valor virá mais exato e consolidado no próximo post.. minha tabela de controle é muito grande e ainda não entendi como consolidar as informações de um jeito mais compacto - talvez precise fazer um grande gráfico de pizza com mais detalhes.

Tuesday, March 12, 2019

Primeiro Post, Nome do Blog e outras coisas mais...

Ola a todos! Não sei bem o que escrever neste início de blog, mas acredito que seja interessante começar com o motivo dele.

Primeira postagem de no mínimo 180 (caso algum mês eu só poste a atualização da carteira)


Há cerca de um ano conheci a blogosfera financeira, o pessoal aqui se apoiando, contando suas histórias - cada uma mais surpreendente que a outra: hoje mesmo conheci o rapaz que quer mudar de vida e que, com a vontade que ele demonstra acredito muito que vá conseguir - no mais tradicional e conhecido temos o Sr IF  (que já indico direto tradução do post do Fientist - postagem essa que me fez virar a chave  da escolha pela IF.

Outros investidores que admiro pela escrita, pela humildade e por outros motivos são o Mestre dos Centavos , Eu sou RycaMilionário aos 40  e AA40. Dentre alguns outros dos blogrolls afora.

Bem, lidos muitos textos sobre o assunto pensei que o blog poderia ser e pudesse olhar pra trás e ver a trajetória para isto que considero, agora, o maior objetivo da minha vida: a independência financeira. E além disso, quem sabe um dia chegar ao ponto de ser inspirador para outras pessoas, no futuro traçarem suas metas e correrem atrás de suas independências.

Claro que é um resumo muito grande do que significa a Independência financeira para mim e eu pretendo destrinchar isto durante postagens futuras. Mas posso resumir que a independência financeira, hoje, para mim significaria três coisas: Liberdade para escolher a qualquer momento fazer o que quiser, conforto para mim, conforto melhor garantia de saúde  para minha família.

Os meios pelos quais eu pretendo traçar e buscar essa meta ainda são um pouco nebulosos para mim, embora sabendo, claro, da intenção de receber dividendos, verbas semestrais de tesouro a longo prazo e assim que tiver um volume maior, algo com FIIs e investimentos no exterior se for o caso (ou quem sabe se as criptos resolverem deslanchar novamente... tenho uma posição pequena nelas (pequena porque derreteram e porque troquei parte por tentativas em especulação no Day Trade - algo significativo nessa trajetória e que pretendo falar já no próximo post até pelo nome do blog).


Falando nisso, "Kronos" - parte do nome do blog,  é um nome muito legal: "Deus do Tempo" ohhh....
Mas é mais simples... vem de um desejo material, um teclado Korg que acho simplesmente o máximo em tecnologia, beleza, utilidade(é praticamente um estúdio, além de muitíssimas funções dele).. e certamente vai ser um ponto chave da minha conquista adquirir ele... e esse é um ponto no qual tenho que pensar: "não quero esperar mais 15 anos para comprar um teclado" e certamente devo comprá-lo quando acontecer de ganhar algum "extra" especial durante esse tempo.

Não tão pomposo como o deus grego


15 anos? Sim. É a meta, alias, descrita na descrição do blog. Vou deixar para destacar as metas e outras  coisas relacionadas diretamente a finanças no próximo post onde pretendo postar o balanço atual. Preciso ver se tenho dados das minhas aplicações/ patrimônio nos anos anteriores para fazer um histórico um pouco maior. Consistentemente anotados, tenho planilhas de uns 10 meses se não me engano.

Bem falei bastante e não falei muito sobre mim. A princípio pretendo manter, se conseguir, algum anonimato - mas de acordo com uns projetos futuros talvez faça algo para o youtube também (voltado a esse "amadorismo" em finanças), e aí não sei se será possível manter esse anonimato.

Por hora solteiro (acabei de terminar um namoro de 3 anos inclusive e ainda muito abalado com isso), 30 anos, morando com os pais (algo que quero mudar também antes desses 15 anos, mas ainda não tenho um plano - apenas algumas idéias de como fazer isso), e funcionário público insatisfeito (já estive a ponto de pedir demissão - o salário não é gigantesco para justificar que isso irá me ajudar diretamente a obter a IF, mas entrar algum dinheiro é melhor que não entrar nada).

Bem, por hoje é isso. Nem queria que fosse longo, mas achei meio estranho dividir forçosamente este post. (mas aceito dicas do pessoal que já está no ramo da blogosfera).



Um abraço do, por hora, Kronos.