Friday, July 26, 2019

Kronos e Kryptos

Hoje tive a ideia de escrever um pouco sobre meu início nas criptomoedas  e não sei se com vocês ocorreu da mesma forma o conhecimento sobre as criptos, algumas tentativas de iniciar e a entrada de fato neste nicho das finanças.


O bitcoin especificamente foi lançado em 2009 e tive conhecimento da criptomoeda em 2011 quando ela valia, se não me falhe a memória, US$ 0,50 aproximadamente. Imaginem se tivesse comprado a mesma quantidade que comprei em 2017 (iniciei com cerca de R$ 7000,00 - com o dólar à 1,86 aproximadamente em dezembro de 2011, teria comprado cerca de 7526 bitcoins na época (espero que acertei nas contas aqui). Enfim, finalizando a fantasia aqui, convertidos para o valor de bitcoin hoje, seriam cerca de 230 milhões de reais.

Apenas o trocadinho do pão... (as ultimas duas notas do canto direito são para gorjeta)

Saindo do mundo da fantasia... naquela época eu não fazia ideia dos meios para obter bitcoins e conheci de maneira superficial através de alguns fóruns antigos em um site qualquer, logo, não haveria muita chance de que eu tivesse comprado algum.

Seguindo o tempo, em 2013 (as datas podem não estar tão certas pois faz tempo e não vou pesquisar cada preço e data), caí novamente ao assunto, acho que foi quando o bitcoin deu seu primeiro maior salto por volta de US$1000. Me interessei e procurei ver como abrir contas em exchanges, mas ainda desconfiado da tecnologia e das próprias exs. Na época cheguei a iniciar um cadastro no Mercado Bitcoin com a intenção de colocar R$ 50,00 para ver, mas fui procrastinando o depósito e até hoje nunca mais mexi no cadastro de lá que nem deve existir mais.


Junto a isso, pipocaram alguns sites de "faucets" que davam bitcoins por acessar páginas aleatórias... fiquei meio pirado nisso por cerca de 1 mês e consegui alguns 0.0000nnnn bitcoins (tendo aberto antes, para receber esses valores um cadastro no site da Blockchain). Mas era um processo cansativo e aqueles montes de zeros antes dos valores desanimavam um tanto. (algo interessante, é que lembro que na época cheguei a ganhar uns 0,30 centavos de real em BTC, quando retornei aos BTCs em 2017 eles tinham se tornado 47 f*cking reais!!! - 150x mais!)



Ou seja, até aqui, tive duas oportunidades de entrar de cabeça em bons momentos da moeda, mas perdi a primeira vez por desinteresse e desconhecimento, a segunda por negligência e procrastinação.

Agora chegamos a 2017 onde investi de cabeça, já vinha estudando desde a metade do ano, mas foi por volta de Set/Out mais ou menos que entrei de cabeça e resolvi entrar nesse mercado (assim como a manada, com confiança na altíssima cotação).

Porém infelizmente eu não entendia NADA de mercado financeiro.. tinha apenas aqueles estudo antigos no folhainvest (que citei nos primeiros posts) em ações com visão buy and hold, mas que não tinha aprendido nada de substancial.

Apliquei meus 7000 em duas vezes de 3500 aproximadamente na FoxBit. Peguei o boom da alta (chegando a dobrar esse valor), mas queria eu, entender um básico de análise gráfica. Hoje vejo os gráficos e entendo como estava absurdamente sobrevalorizado no ponto onde eu tinha dobrado, mas até então a única fonte que eu tinha de conhecimento eram grandes "gurus" (ex: o diretor da McAffe) falando do BTC chegando a 1Mi de dólares... ou seja, incentivando totalmente a permanência no ativo digital.

Final da opera, não realizei nada... corretoras travando com o número de gente querendo se desfazer da posição até que desisti de sair e vi o BTC derreter de 70k para 22k com minha grana lá (sendo que entrei aos 35k aproximadamente). 

perto desse valor de 22k fiz um resgate de cerca da um terço do valor para iniciar no Day-Trade em Agosto/2018 e desde então fiz movimentações apenas entre criptos aportando em Iota e quase caindo em um golpe quando aportei para Ethereum (qualquer dia conto essa história... mas fui salvo pela falha de transação na corretora!)

Depois disso decidi que comprarei um POUCO mais se voltar à ultima mínima técnica máxima ou manterei o valor atual até que tenha patrimônio para pensar se compensará fazer posição em BTC.

Parceria Iota-VW chegou a acontecer em algumas feiras de automóveis e continuam sondando a marca


Isso pensando como estratégia de investimento. Se em algum momento o BTC ou principalmente a Iota se demonstrar de uso prático para o dia-a-dia no futuro, confio muito nesse futuro mais distante do funcionamento do dinheiro e aí o aporte (para uso cotidiano iria aumentando conforme a necessidade).

Hoje os R$ 5000,00 e poucos que ficaram em criptomoedas, estão valendo 2000,00, mas chegaram a valer 900,00. O jeito atualmente está sendo levar o BTC como algo para longuíssimo prazo e "esquecer" lá um pouco. Apenas por precaução deixo em uma Wallet estrangeira de confiança minha e quando precisar movimentar novamente vejo como estarão as corretoras, ou mesmo gasto esse dinheiro na internet no exterior já que nessa Wallet consigo facilmente uma conversão para dólar.

Bem... tentei contar aqui de forma completa como ocorreu comigo. Se quiserem contar nos comentários como foi com vocês ou se já comentaram em posts dos seus blogs fiquem a vontade para colocar o link nos comentários também - vou gostar de de ler!

K.T.

Friday, July 19, 2019

Imagine... a world with no money need...

...faltou essa frase na música do Jonh Lennon?


Imagino sim, o tanto de experiências que poderiam ser sentidas pelas pessoas, mas também percebi isto como inviável enquanto houver necessidade das pessoas trabalharem em coisas que não gostam.

Neste sentido acredito que a tecnologia está sendo e pode ser a virada de chave da humanidade, mas ainda assim temos o fator "homo-sapiens-sapiens"... o desejo de ser maior e estar acima dos outros, de ter mais que os outros (apenas pelo ter), o desejo pelo poder... Isso pode inviabilizar até mesmo os benefícios que a tecnologia poderia nos trazer na questão da qualidade de vida.

Quando penso (e eu acredito que 99% das pessoas da finansfera) em alcançar a IF, é algo pessoal e não para "ser maior que outra pessoa", "ter mais posses que outra pessoa"... Acredito que a idéia aqui é pensar no próprio bem estar e sempre que possível (e houve a condição propícia) fazer ações que ajudem as outras pessoas, sejam em necessidades, sejam no seu crescimento... as vezes nem se precisa de dinheiro para isso: um conselho, uma palavra... mas: o foco nunca é ser "mais" ou "maior" que ninguém.

O Projeto Vênus é algo bem semelhante com esse pensamento

As pessoas trabalhariam nos projetos que querem e porque querem, pelo tempo que querem... quem não quiser trabalhar, tudo bem também. Hoje há quem pense em se vai ter o que comer até o final do dia, neste mundo ideal, com certeza não haveria uma pessoa sem alimento, moradia e o lazer que lhe fizer mais bem.

Imagino (literalmente apenas imaginar mesmo) um mundo assim, mas acho pouco provável que, se acontecer, será ainda na minha geração.

K.T.

Saturday, July 13, 2019

Ideias e Observações sobre operar Day-Trade - A trajetória de um aspirante a Day Trader #08


Mudei meu paradigma sobre o Day Trade nos últimos dois meses. O perigo, como disse, é pensar em ótimos resultado em um curto prazo, mas penso que se estou alavancando e tomando risco acima da média, tenho que obrigatoriamente buscar um resultado acima da média de outras aplicações senão o risco não tem sentido. O interessante aqui é buscar uma alta rentabilidade sobre um capital menor no início. Pois isso é, de certa forma, fácil de fazer.

Contratos de Índice


Houveram semanas anteriores ao qual publico este post tive um rendimento semanal de 80% sobre um capital de R$500,00, ou seja, 400 mangos e os ganhos (e perdas que também houveram) todos dentro de uma estratégia pensada, testada (ainda em teste) e definida. Defini os preços de entrada e saída em ganho (take profit) e saída em perda (stop loss)e fiz o famoso stick to the plan: ordem colocada é ordem executada ou cancelada automaticamente conforme o plano pré-definido. 

Não tem regra. Cada semana o humor do mercado é um. Cada dia o método de entrada será razoavelmente diferente. Vai ter dia de operar várias entradas, Vai ter dia de desligar o PC e a se desconectar da Internet pois as notícias indicam um mercado parado e, se mexer nesses dias por conta de uma surpresa, será tão brusco que o risco pode aumentar muito (o que costuma, por relação inversamente proporcional, aumentar exponencialmente os possíveis ganhos) - aí vai de cada um e de cada estratégia: acompanhar o mercado e pegar essas oscilações surpresas ou não.




Wednesday, July 10, 2019

Traders de Youtube e de Blackboard - Tipo I (polêmico!)

Estou começando essa pequena série de posts  falando sobre os tipos de traders que já acompanhei neste tempo de aprendizado E peço desde já e para os próximos posts da série, entenderem como algo sem intensão de ofender a ninguém. Algumas coisas que eu disser são somente suposições e vou deixar claro quando isso ocorrer.

AH, não levem tão a sério... é pra descontrair, certo!?

Começo já com o tipo mais polêmico:


O Trader vendedor de curso

O mais clássico e espalhado por aí...
Haviam no início os "heróis do trade", os que sempre acertam e sabem fazer as entradas. Nunca tem Loss, e seu curso vai fazer o milagre que você está esperando.

Hoje alguns destes mesmos "heróis" viram que falar um pouco mal do trade traz uma dose da realidade do que os traders passam uma vez que 90% estão perdendo, seu maior público disponível está nesta faixa, logo, é preciso falar com este público. Há sinceridade em muitas das falas e das operações mas há interesse atrás desta sinceridade.

Prós:

-Precisam dar dicas importantes em algum momento, pois os futuros compradores de curso precisam sentir o Gain na pele.
-Eles certamente conhecem muito do mercado (pelo menos têm conhecimento muito além da maioria dos players pessoa física) e com isso, essa dicas boas podem ser carregadas de confiabilidade (mas o trader precisa, por si só, aprender a separar o joio do trigo).

Contras:

- Conflito de interesse no ensinamento para resguardar conhecimentos que "só o curso dele" vai mostrar!

- Operando na prática, junto com eles,  às vezes parece até haver interesse financeiro em operações perdedoras - talvez com eles operando (ou com outras pessoas indicadas por eles) na contraparte, uma vez que podem carregar algum volume em alguns papéis suficiente para dar liquidez a uma operação de valor maior que eles possar precisar fazer em certo preço do mercado.


Quero deixar claro que todos estes apenas estão atrás de ganhar seu próprio dinheiro (esperamos - de maneira lícita) e inclusive tirei em algum momento e ainda tiro coisas boas das dicas de todos os tipos de traders que eu apresentar na série.

K.T.

Wednesday, July 3, 2019

Resumos do Day-Trade (Junho/2019) e Teste Final de Julho


Pareceu o inverso de Maio: começou super bem, mas reverteu rápido para baixo


Psicológico:

- Um pouco abalado no início e desconfiança da estratégia...
- ...Porém houve resiliência em manter a mesma estratégia mesmo nas adversidade, até porque o percentual de acerto dela está bem alta (acima de 80%) e isso não atrapalharia na própria análise da mesma, dando mais entradas para constituir a estatística da mesma.
-Tranquilidade ao resolver não entrar em operações que não poderia acompanhar completamente (cito sobre isto mais abaixo)

Técnica

-Mudança na segunda entrada do WIN (mini índice)  com um range menor, visto que hávia perdido boas segundas entradas por conta de ficar aguardando uma entrada mais longa, que por vezes significava não uma boa entrada, mas reversão do movimento = LOSS.

- Observação gráfica para antecipação do Stop Loss baseado principalmente em formação de consolidação gráfica.

Gestão de Risco

- Tentativa de diminuição de risco no Loss Cheio (ainda em teste, mas com bons resultados inicialmente (diminuição de 42% no loss definido)

- Entrada cheia melhor avaliada. Alguns Losses menores por conta de não realizar a segunda entrada (devido á motivos de leitura técnica).

Gestão de capital

- Empresa Trader recebeu todo o lucro de Maio e ficou aplicado em um CDB de resgate rápido.

- Capital de Risco (para operações) veio externamente (dos meus ganhos salariais), mas com o mesmo valor fixo de Maio e foi sendo administrado.

- mas infelizmente para ter capital em garantia sem movimentar capital da empresa precisei adiantar parte do aporte de Julho, que já está travado em um valor fixo.


Maiores aprendizados: 

- Saber o momento de colocar o pé no freio quando os movimentos do mercado estão estranhos à estratégia pré-estabelecida.

Acontecimento(s) do mês:

- Houveram duas operações de perdas por conta do não-foco na operação (consegui um tempo no trabalho e entrei em uma operação que deu lucro, mas tive que atender um cliente no momento e não deu tempo de zerar todas as ordens penduradas).

Em detalhe: a operação deu o lucro da primeira entrada e o gráfico reverteu, ainda tinha a segunda entrada pendurada e o stop loss (para 2 entradas). Na reversão entrou na segunda entrada, deu o stop e inverteu a operação com os outros contratos que seriam equivalentes à primeira entrada - Levei stop da corretora (o que, além do loss, me gerou custo de corretagem) - resumindo: uma LAMBANÇA apenas por não estar olhando para o gráfico!

Foi mais ou menos isso a operação /\


- Em outros casos, cheguei a ver o gráfico favorável à estratégia, mas como sabia que a falta de foco havia me causado prejuízos, decidi não entrar. Esse foco pretendo obter ao operar full-time em um futuro breve.


Para Julho/19

Em resumo, somo meu terceiro mês positivo consecutivo, ainda em busca do 0x0 geral (e início de pagamento de DARFs), sendo que a estratégia que estou adotando mostrou que devo ter cautela em certos movimentos do mercado, mas que continua positiva, pois em horário em que pude acompanhar o mercado ela chegou a zerar três dias negativos apenas com Gains, e que não se tornaram positivos por falta de tempo para estar na frente do gráfico e poder operar.

Que venha Julho e MEU TESTE FINAL para ir para o FULL-TIME DAY-TRADER MODE!

Meu critério será conseguir um "salário" que ao menos pague as contas com alguma sobra (sim, estou disposto a receber, neste início, menos do que recebo com meu trabalho atual) e Os investimentos podem ficar congelados pelos próximos três meses (talvez caindo levemente pois ficarão dependentes totalmente dos movimentos do IBOV, índice de IPCA e Selic)

- Para os que desejam que eu "abra o olho a tempo":  que seja um mês negativo.

- Para os que desejam sorte em algo que realmente estou acreditando e empenhando esforços: um mês que cumpra o critério acima!

E neste post, explico que há outros critérios que podem alongar essa mudança para alguns meses posteriores (spoiler: de Agosto a Outubro).

Lembrando que a busca, nesta mudança de área visa outras coisas além de DINHEIRO.

K.T.