Friday, June 14, 2019

Transição de Empregado a Trader Full Time - A trajetória de um aspirante a Day Trader #07

Finalmente tem chegado o tempo de tomar essa decisão. Uma decisão extremamente difícil e importante. Infelizmente não vou poder colocar aqui tantos detalhes dessa transição pois seria facilmente reconhecido por algumas pessoas que já me conhecem na net e até se por ventura alguma colega de trabalho chegar a ler este post pode ficar óbvio (embora eu ache que juntando as peças das coisas que já postei aqui, já de para dar uma ideia à quem me conheça pessoalmente).

Enfim, conforme citei neste post vou  em por à este desafio e venho me planejando desde um pouco antes da publicação daquele post.

Mas não será "de uma vez", tenho planilhado o planejamento dessa transição financeira e também iniciando a planilhar a questão comportamental, decisória e de horários.

Farei um resumo, para não dar os detalhes citados acima:

QUANDO?

Algumas datas já estão definidas, e o detalhe que posso dar aqui é que devo estar full time no trade, na "pior" das hipóteses a partir da segunda quinzena de Outubro, na "melhor", já a partir da primeira quinzena de Julho e há alguns planejamentos entre essas datas dependendo de algumas variáveis que podem ocorrer neste período.

QUANTO?

O primeiro passo era restabelecer a reserva de emergência de 12 meses em 100% que eu tinha anteriormente.  Esta reserva será exclusivamente para me manter como "Pessoa Física" ao longo do ano subsequente ao início do trade. 
Para isso apertei os cintos para não mexer na reserva de Renda Fixa mesmo com pequeno acidente de carro que tive (essa precisei tirar da reserva uma pequena parte), e no mês que consertei meu carro consegui até aportar algum graças a uns extras que fiz (coisa pequena, mas que pelo menos garantiu aporte em meio a vacas magras).
Este início de mês consegui alcançar este objetivo - a reserva está toda em Tesouro Direto, e até uma pequena gordurinha por conta dos pequenos rendimentos.

Após, precisava estipular o valor que utilizaria como caixa para a "Pessoa Jurídica". Pelo menos 1 ano de caixa também para o Day-Trade não parar (levando em consideração as estratégias que podem permitir alguns poucos dias sem operações dependendo dos movimentos do mercado). Este valor está também alocado em Renda Fixa, mas algumas com travas de retirada em alguns períodos de meses.
Essas travas garantem que eu não "queime dinheiro" caso os trades comecem a entrar em uma espiral negativa. Fico travado de iniciar operações até determinado período onde posso corrigir erros operacionais e de estratégia que possam estar acontecendo, ou que sejam sazonais. Obviamente a idéia principal é nunca precisar mexer nestas reservas travadas para quando chegar a época de resgate eu reinvestir melhor elas. Venho montando este portfólio há pelo menos um ano, mas ainda não tinha exatamente este destino. Achei estratégico fazer este uso, de certo modo buscando rentabilizar melhor.

Obviamente, para os dois casos pretendo fazer um uso mais controlado destas reservas para que, de preferência continuem existindo mais tempo do que o previsto.

COMO?

O "como" neste caso seria o caminho... 
Minha estratégia leva em conta alguns benefícios que posso ter ficando mais tempo ou menos tempo no meu trabalho atual (sim, tenho vantagens financeiras para os dois casos). Mas enquanto isso, segue este mês de Junho como mais uma prova de fogo da melhor estratégia técnica e gerencial que encontrei até o momento (que segue consistente por quase 3 meses consecutivos - veremos até o final do mês!).

O mês de Julho deve ser o mais importante neste planejamento. Iniciará com o aumento de posição para teste da estratégia em valores maiores. (Como não serão tão significativamente maiores, não deve surtir efeito diferente uma vez que não chega a "aparecer" no book de ofertas). Continua pequeno, mas maior que o atual. Resistindo a este teste na primeira quinzena de Julho, é um ponto a mais para a saída em Julho, mas não definitivo. Já não dando certo é certamente um ponto para a saída em Outubro, pois implicará em imediata revisão de métodos e estratégia o que pode tomar algum tempo. - Sei que o período de avaliação dessa alteração é curtíssimo, mas precisarei ser preciso, pois é o tempo que tenho para a possibilidade de saída ainda neste mês e pessoalmente, é urgente essa transição.

Acabou ficando enorme este post, embora eu desejasse algo mais enxuto, mas servirá até como guia para eu mesmo, uma vez que até tive algumas ideias ao longo da escrita deste.

E SE "DER RUIM"?

Estou revisando pelo menos 2 vezes por semana as planilhas de planejamento, alterando algo ou adicionando detalhes não previstos. Inclusive quanto à possibilidade, por exemplo, de ainda em Junho a estratégia virar contra e ir pessimamente mal no início de Julho. São possibilidades que podem ocorrer e que tem consequências imediatas no planejamento, que, se de todo modo forem muito mal quanto ao previsto, ainda prevê minha continuidade no emprego atual à tempo de eu não ter pedido demissão ainda, podendo corrigir a data limite o mesmo a postergando. Lembrando que nesse meio tempo posso vir a precisar consumir a reserva de emergência, mas de todo modo o caixa "PJ" estará intacto.

Abraços,

 K.T.

2 comments:

  1. Vai apostar tudo no day trade? Real oficial?!
    Corajoso!
    Boa sorte e nos mantenha informados!

    ReplyDelete
  2. Obrigado! É oficialsim! Com certeza o blog será um balizador dos acontecimentos... mas ainda há a possibilidade de eu não ficar só no DT. Vai depender, principalmente, além dos acontecimentos no trabalho, da estratégia permanecer ganhadora como vem sendo nos últimos meses!

    ReplyDelete