Wednesday, July 1, 2020

Atualização do Patrimônio Financeiro - Jun 2020 (R$ 56.440,70 -1,39%)


Este mês foi marcado por ser um mês (dentro de quase 2 anos de trade) que nem olhei para nada de trade e notícias sobre o mercado direito. Apenas acompanhei o sobe e desce frenético das ações em B&H e diminui uma posição que estava perigosamente grande (uma pena de certo modo pois o papel recuou um pouquinho pra depois disparar para cima (B3SA3).

Dessa vez as ações seguraram de um valor negativo forte no mês mesmo com gastos extras que tive com medicamentos bem CAROS.

Aos números:

Renda Fixa (CDB, LC, Tesouro): R$ 31.051,72
FGTS: R$ 13.697,01
Renda Variável (Ações,  FIIs e Criptomoedas): R$ 9.158,65
Conta de Gerenciamento para o Day-Trade: R$ 857,08
Outros: R$ 1.676,24

Resultado total: R$ 
 56440,70 (-796,92)


Outros: fiz mais alguns trabalhos extras com informática que me renderam um troco e estou para receber uns trocos com trabalhos musicais também (talvez para os próximos meses - estou investindo mais nisso também).

Renda Variável: continuo bem feliz com a escola das minhas ações. Fiz uma troca infeliz de parte do que desfiz da B3SA3 (-30 ações) colocando em 50 ações TCNO3 que vinha acompanhando há um tempo. Ainda confio no setor para o futuro e vou seguir com essas ações. WEGE3 só me traz felicidade, o restante de B3SA3 subiu bem também, assim como BBAS3 e as FIIs que tenho. 

FGTS:  no mês que vem terá uma queda devido ao saque liberado pelo governo que pretendo sacar no lugar de tirar das minhas ações. Os meus gastos mensais não estão chegando a um salário mínimo em média (só este mês por causa dos remédios que precisei comprar), então ainda deve sobrar um pouco pra algum lazer extra (que estou precisando neste caos todo - tem umas coisinhas que quero comprar mesmo sabendo que não é o momento melhor pra isso.) ou então se decidir não comprar nada, devo aplicar no tesouro ou arriscar em alguma SmallCap.

Wednesday, June 24, 2020

Por onde COMEÇAR a estudar para operar Day-Trade (minha opinião pessoal)

Reforço o que coloquei no título: estou falando da minha opinião e experiência pessoal. Podem ser totalmente destoantes do que muitos indicam e ensinam (sobretudo pessoas muito mais experientes e com tempo de mercado) por aí . 

Mas sou da "escola" (se posso assim dizer) dos que pretendem encontrar seu próprio caminho. Claro que bebo de conhecimentos já existentes (não vou reinventar a roda), mas acho que a individualidade está em como você vai juntar esse conhecimento para operar da forma que você opera: no "seu estilo".

Acho chato que isso soa como: "Você encontrará seu caminho com as ferramentas que lhe forem concedidas!" - e acho isso ruim porque o "povo que vende curso" utiliza disso o tempo todo como pretexto para que, durante ou após o curso, a pessoa que não conseguiu alcançar os objetivos tenha a impressão de que a culpa é dela não estar sabendo usar tais ferramentas. Mas em minha defesa: não vendo cursos de qualquer tipo e aqui não vou indicar ou endossar ninguém, talvez apenas faça observações gerais de quem não procurar e faço menção ao investing.com apenas como ferramenta de notícias!

Dado esse enorme disclaimer vamos ao assunto.


Tive a ideia de detalhar esse post após uma pergunta nos comentários de uma das publicações do mês passado e aqui vou resumir um pouco do que eu recomendaria de conhecimentos adquiridos e talvez a forma (no tempo) de adquiri-lo.

Aliás, quanto ao tempo, eu diria que é um estudo paralelo. Para colocar a mão na massa mais rapidamente eu diria que é recomendado um estudo em paralelo dos pontos que vou colocar. Não acho que vale a pena você aprender padrões de 3 ou 4 candles seguidos para esgotar o assunto "candles", enquanto não se aprende nada de indicadores ou Tape Reading.


PREVIA:

1. Saiba quanto você pode PERDER sem comprometer rendas e deixar você e sua família na mão. - Se não sabe disso nem comece pois talvez não tenha cabeça para continuar e pode se dar mal com as altas possibilidades que a alavancagem traz. SIM, eu tenho meu número e se chegar a ele terei que interromper (pausar ou finalizar) minha trajetória no Day-Trade (um dia faço um post falando o valor - se já tiver chegado ou não nele).

Obs: também tem quem disponibilize um valor fixo para operar no mês - mas acho arriscado fazer isso sem ter o item 1. bem definido. O mercado pode levar você para caminhos "obscuros".

2. Entender o mercado que vai operar: contratos, variação de preços (ticks), e magnitudes dos valores envolvidos. Como todos os outros itens citados, aqui vale um aprofundamento posterior: muita gente não sabe porque a pessoa consegue operar no mercado com valores tão baixos!

3. Margens de operação do papel/contrato da corretora que você vai utilizar. Isso para ver se aquele valor que você pensou no item 1. vai comportar as operações que você pretende fazer ao longo de determinado tempo.

4. Diariamente: dependendo de como você vai criar e formatar sua tática de operações, saber das notícias econômicas diariamente é uma boa pedida. Recomendo o calendário de notícias do site  investing.com. Mas eu tomo cuidado com a overdose de notícias: Saiba o que você vai operar e aprenda com o tempo quais notícias são relevantes para o seu papel/contrato. Com certeza algo mais geral e catastrófico que não tenha ligação nenhuma com o seu papel vai pipocar na tela, principais jornais e vai ser amplamente discutido (vide a PANDEM1A atual e a guerra de preços da OPEP do início de março!).

5. Adicionalmente acho importante entender previamente um pouco da história do surgimento do mercado e das motivações para que ele exista. Saber "quem é" a B3 e a CVM. E o básico da Teoria de Dow (que envolve itens técnicos explicados abaixo).


A partir daqui vamos ao estudos técnicos:

CANDLES

No início se ater aos padrões de um (doji por exemplo) e dois candles (bebê abandonado por ex.) é suficiente. Aprendendo os principais (de reversão e continuidade de tendência em geral).


PRICE ACTION

Acho tão essencial quanto saber ler candles. Faz boa parte da minha estratégia atual - já foi a principal.

Movimentos amplos - tendências de alta e baixa e canais. no início apenas o básico: entenda do que se trata; depois vá se aprofundando um pouco. (Falar em "linhas" de tendência já considero aprofundamento posterior, pois nem sempre é tão simples traçar linhas corretamente).

Figuras - as principais que considero são: mastro-bandeira, ombro-cabeça-ombro.

INDICADORES

Obrigatório:

     >Médias móveis  (aritméticas e exponenciais)

Adicionais:

    >VWAP - no começo é uma média que me deslumbrou quanto a precisão dela - mas depois você começa a ver que as coisas não são tão preto no branco assim;

   >Bandas de Bollinger - Abre a mente para idéias de operações que você pode desenvolver futuramente.

    > RSI : Ajuda muito quando você compara ele diretamente com o que você tem no gráfico, começa a dar noções de "forças" de compradores e vendedores. Também acho que é um que Abre a mente para novas idéias de táticas.

Suporte:

> Fibonacci: apenas entenda do que se trata. Acho interessante entender a relação do "Fibo" com a amplitude dos movimentos conjuntos no price action.


TAPE READING

De início, saiba ao menos o básico de como ler um book de ofertas e o times and trades da sua plataforma.
Procure ao menos saber o que é. Entender as pressões de mercados em preços específicos ou mesmo forças compradoras e vendedoras nos contratos e papéis através da "leitura da fita de preços" me trouxeram ótimos insights na elaboração de estratégias (e de fato utilizo parte desse conhecimento na minha estratégia atual).

Acho interessante reconhecer os 'players de mercado'. Enquanto temos um book aberto, o movimento conjunto de muitos players diferentes é algo quase "mágico" quanto você consegue pegar ao vivo - posso dizer que ganhei todas as vezes que consegui essa façanha, mas infelizmente é muito raro conseguir.
lém disso eu achei, como técnica BASE para um dia de operações, muito CANSATIVO! A atenção é absurdamente focada na tela para fazer um bom trabalho. Me surpreende que existam "youtubers" que consigam enganar operar e falar com a audiência ao mesmo tempo - eu fugiria desses.
Em 2h de pregão eu já estava exausto sentia que minha análise caia drasticamente de qualidade além de me cansar literalmente para o resto do dia (não operei por muito tempo essa técnica - mais em períodos de férias - pois trabalhava em outro lugar em paralelo).

FINALIZANDO

1. Repito: minhas impressões, minhas ideias: LEIAM TAMBÉM O DISCLAIMER NO RODAPÉ DO SITE!

2. Aquisição de conhecimentos em paralelo. Acredito que você precisa "sentir" o mercado sem muita demora. As vezes ficar meses só estudando sem sentir qual será a sua reação quando ver sua conta diminuindo, aumentando ou até zerando de valor torna menos efetivo. É uma junção de teoria e prática.

3. Não abordei a questão psicológica aqui. Acho que podem tirar algumas ideias nos posts marcados como # DAY-TRADE (mais no início do blog) e #PSI  (um dos posts). Mas talvez faça algo focado nisso futuramente.

4. Talvez eu tenha esquecido algum aspecto técnico (me lembre disso nos comentários, se eu achar pertinente, atualizo o post).


Thursday, June 18, 2020

Resumos do Day-Trade (Maio/2020)

Dessa fez o resumo está um pouquinho atrasado, mas foi mais pra manter a agenda do blog de mais ou menos um post por semana.
Mas não tenho muito o que dizer. Foi um mês que não falhei um dia com a minha estratégia simplesmente era um mês de drawdown.

Infelizmente isto me levou mais perto do risco de "falir minha empresa" (ver posts antigos da flag #TRADE). E estou com uma última bala para atirar.

Mal... muito mal...


Por conta disso, não estou operando este mês de junho. Sigo analisando os relatórios de resultados e estou pensando em colocá-los aqui em algum momento do blog.

Nesses relatórios tenho muito bem separado todas operações dentro da estratégia, então consigo ver exatamente como estaria indo se eu não me desviasse com operações fora dela. 

De modo geral estaria MELHOR, mas na última análise que fiz vi que não tão melhor.

Estaria com saldo "mais positivo" e sem as perdas enormes que tive no mês de NOV/19 e ABR/20. Nesse sentido, eu posso dizer que a estratégia é muito boa para PROTEGER o CAPITAL.

Porém, numa análise mais profunda em cada operação percebe que o tamanho do risco de se operar derivativos não está compatível com o lucro que a estratégia traria. Como disse, não estaria no prejuízo, mas o lucro seria ínfimo. Quando dividido entre o meses (pra pegar a média mensal) esse valor fica ridículo: pagaria no máximo a conta de Internet).

Logo, não sinto que tenha como continuar com essa estratégia. Mas na contrapartida também estou com capital baixo para investir em uma estratégia totalmente nova.

Estou pensando em adaptá-la e fazer backtest para mini-índice ou mesmo para papéis do mercado a vista, porém para o a vista ainda tenho o problema da grana baixa já que a alavancagem não é tão grande quanto o mercado futuro.

Bem... vejamos os próximos capítulos. Por hora, fora do mercado de futuros.

PS: Meus papéis de B&H performaram tão bem que até pensei em mudar para um trade de swing. Mas como entendo pouco da análise ainda vou ficar de fora disso também, além de que, swing trade geralmente compensa apenas se tiver mais dinheiro envolvido.

Wednesday, June 10, 2020

Brasil e a NASA



<desisto de por uma imagem aqui ... todas desaparecem...>



Fico chateado de ver que o Brasil teve a oportunidade de ser um dos últimos países a ser acometidos pela pandemia, pode observar a reação do mundo todo e o que deve-se fazer - e na hora que chega temos isso.


Ia falar muito mais coisas, mas como sabem.. ultimamente não tá precisando de mais gente falando, os acontecimentos presentes e futuros falam/falarão por si só.

Mas é inaceitável a displicência de povo e governo na seriedade - e, sim, culpo o governo federal (diretamente) e estadual (que aproveitou da incapacidade do presidente) por terem dividido a população em um assunto que NÃO É QUESTÃO DE OPINIÃO.

Podíamos com atitudes antecipadas, passar por um "lockdown" forte e fechamento de fronteiras por apenas 2 meses, agora, vamos ficar penando 6 meses ou mais pela insegurança de não ter feito o certo e o suficiente. O Brasil terá grandes oportunidades de crescimento pós pandemia.. mas se o mundo não confiar, não sei se essas oportunidades virão de fato - ainda espero que sim.


As vezes penso que...

...o Brasil NÃO precisa -> ser "estudado pela NASA",

 mas deve ->  ser "deixado com um foguete da NASA!

Thursday, June 4, 2020

Atualização do Patrimônio Financeiro - Mai 2020 (R$ 57.237,61 +1,63%)

Fiquei surpreso com o fechamento positivo, principalmente por ter tido um mês de operações fechadas no day-trade por limite de loss mensal alcançado.

Na verdade o fechamento deste mês veio atrasado principalmente pelo desânimo que me deu esse fechamento do day-trade que, me mantem na posição de risco de encerramento das operações (detalharei no fechamento do day-trade deste mês - atrasado desta vez, apenas dia 16/06).

Mas bem, vamos aos números:


Renda Fixa (CDB, LC, Tesouro): R$ 30.904,31
FGTS: R$ 13.663,32
Renda Variável (Ações,  FIIs e Criptomoedas): R$ 10.386,10
Conta de Gerenciamento para o Day-Trade: R$ 855,61
Outros: R$ 1428,27

Resultado total: R$ 
 57.237,61 (+917,98)


Destaques:

Renda Variável: deve ter sido destaque para quase todos aqui da finansfera que tem ações. No meu caso tive incrível alta de 16% (FIIs e ações, sem contar as Criptos)! Foi quem garantiu o resultado positivo do mês. Destaque para WEGE3 (+68,24%) e PETR4(+84,40%) do preço médio, infelizmente TRPL4 (-10,90%) puxando ainda a média para baixo.

Outros: Sim, "outros" aqui no destaque apenas pelo fato de que ainda sei faqzer dinheiro com umas habilidades extras que tenho de eletrônica e informática. Não foi grande coisa, mas consegui um dinheirinho a mais com uns trabalhos extras para parentes (a saber: fiz um upgrade em um joystick bluetooth instalando motores nele e mais uma formatação e instalação de drivers e programas em um PC).


O melhor de tudo é que esses quase 918 reais foram líquidos incluindo todos os gastos mensais já descontados. Realmente tive um lucro líquido no final do mês. Embora seja embasado mais fortemente nas aplicações em Renda Variável. Outro ponto positivo é o fato de que a ação que mais tenho papéis está praticamente no meu preço médio [B3SA3 (-0,38%)] e precisamente quero balancear melhor ela na carteira tirando um pouco e alocando em outras - coisa que devo fazer nos próximos dias. (Embora triste por fazer um swing trade que tanto tava evitando).

Thursday, May 28, 2020

Limpa no Blogroll

Pessoal, hoje fiz uma pequena limpa no blogroll tirando ALGUNS blogs que estavam a mais de 4 semanas sem postar nada. Mas não é nada pessoal - foi só pra diminuir a quantidade de informação na tela. Caso alguém queira retornar é só deixar um comentário aqui neste post.

Se tiverem sugestões podem colocar também que dou uma olhada e se gostar eu coloco no blogroll também! 

Obrigado!

Thursday, May 21, 2020

Day-Trader não trabalha

eu ia escrever um palavrão no lugar do POUCO, mas mudei de ideia.
Talvez eu faça um post em breve falando de como tem sido minha rotina (ou a falta dela) algum dia.

Mas tenham certeza: nunca trabalhei tanto na vida (em horas por semana) - muito embora eu tenha demorado para admitir isso para mim mesmo e isso também envolve algumas atividades que não são diretas do trade, mas que advém por conta do próprio risco da atividade.

Finalmente acredito que dei valor ao esforço que tenho feito ao longo desses 1 ano e meio de trade, à todo estresse, à todos desaforos que ouvi, a todo desanimo e falta de crença em mim mesmo (que o trade potencializou: algo que eu já tinha antes e talvez ainda tenha).

Enfim, é cedo em falar que vou dar certo nisto, mas pelo menos neste ponto exato posso dizer para mim mesmo - a despeito do que outros me disseram e dirão, a despeito de não dar certo no futuro, ou mesmo de dar certo - que está valendo a pena a caminhada.


Mais ou menos isso


Não estou falando do financeiro - no ponto em que está sendo publicado isto eu provavelmente estarei com meu resultado geral negativo - mas finalmente percebi que entrei nisso acreditando em mim e me esforçando de fato (mesmo que eu não estivesse dando valor aos esforços).

Tem muito mais que sentar na cadeira e clicar - muita organização, muito estudo, muita planilha (tem sido um ótimo estágio em Excel Avançado). Virando noites pensando em estratégias e a parte maçante e provavelmente uns 85% de todo esse tempo: o famigerado backtest e testes ao vivo (com e sem dinheiro em conta). 

Soma-se a isso os outros 14% de muito estudo ao vivo, busca de informações de mercado, análise estatística, probabilidade e  vamos dar 1% para os cliques...

Veja, a decisão final de comprar e/ou vender na hora certa/errada é 1% de tudo.

Sei que devem ter inúmeras abordagens e maneiras de ser um day-trader (de sucesso ou não), mas este é o meu posicionamento pessoal e minha impressão pessoal e em nenhum momento estou dizendo que fui/sou bem sucedido nisso. Podemos pensar em falar sobre isso quando e SE eu chegar ao menos no meu 0x0 geral que, infelizmente, garanto que estou bem longe disso.

Obrigado a todos que acompanha e leem o blog, tem feito seu papel de me manter neste caminho (tortuoso e que deixei ainda mais com minhas decisões) na busca da I.F. 

Friday, May 15, 2020

Dinheiro traz liberdade - uma reflexão curta e "rasa" sobre isso

Nesses tempos que estamos vivendo a liberdade é muito menos comprável com o dinheiro, mas se não é a liberdade do ir e vir, é a liberdade do estar mais tranquilo, do poder TER (que tanto acredito que é julgado e subestimado. Quem nunca ouviu algo do tipo:

"Devemos: mais SER do que TER!"

Eu concordo com a frase, porém mais do que isso, acho ela óbvia! Acho que a não obviedade se aplicam a tão poucas pessoas que me leva a entender que isso só é usado "pejorativamente" mesmo (para apontar o dedo pra alguém - seja como ofensa ou apenas para expor uma situação específica). 

Dito isso, também digo (como no título) que é igualmente óbvio e raso o que exponho abaixo, mas achei interessante falar sobre e quem sabe receber algum feedback sobre isso nos comentários para também expandir meu conhecimento sobre o assunto.

Fica a pergunta para quem tem uma renda (que entendo alta no Brasil) de pelo menos 10 mil reais: "Não está valendo a pena TER um pouco mais nesse momento"? 

-Ter a liberdade de pagar a taxa do delivery (não vejo falar muito disso, mas é impeditivo para que muitas pessoas! - Imagina alguém apenas com o auxílio de 600 reais tendo ainda que ficar pagando taxa de entrega para tudo que comprar no supermercado e farmácia.

-Ter liberdade de se entreter com Netflix, Playstation 4, livros, culinária variada, TV, Internet.

-Ter liberdade de não se preocupar com o valor do aluguel, com a conta de água e de energia.

Sendo mais drástico: 
-Ter liberdade de pensar nessa liberdade e não estar preocupado se terá onde morar ou que comer. (me incluo muito aqui - acho até que to pensando muito mais do que agindo)

Entendo que todos, em todos os níveis tem preocupações que não podem ser menosprezadas, mas TER conforto nesse momento é algo que liberta um pouco, nem que seja apenas psicologicamente falando.

K.T.

P.S.:Fiquei com dúvida se traria isto para este blog ou para um outro blog pessoal que tenho (que não é divulgado - serve mais como uma espécie de diário), mas como se relaciona com coisas materiais e isso quase que inevitavelmente se relaciona com "dinheiro", achei que cabia aqui - mas se posteriormente ver que não, retiro.

Monday, May 11, 2020

Resumos do Day-Trade (Abril/2020)

Toda felicidade que eu estava com o resultado positivo do último fechamento (dos trades) foram por água abaixo nesse. Infelizmente me pus a mudar de estratégia no dia da saída do Sr. Sérgio Moro e com isso e mais operações fora da estratégia coloquei tudo a perder.

A parte positiva é que eu consigo, do modo que estou fazendo agora, traçar um paralelo sobre como seria se eu não tivesse alterado a estratégia e como foi, do jeito que realmente foi.


Como foi, do jeito que realmente foi...

Bem vou ser específico à manhã da saída do Sérgio Moro: 

Era óbvia a compra do dólar no exato momento, mas o homem enrolou para dar a palavra final e isso e atrapalhou um pouco - eu já deveria ter percebido naquele momento em que fiquei indeciso de comprar o dólar que não devia operar. Mas confiante o fiz: e deu certo: tive um Gain na primeira operação, porém coloquei um alvo muito curto e, assim que saí da operação o preço subiu mais 30 pontos (já deveria ter percebido que subiu demais) e comprei de novo...  (ERRO CRASSO)  o preço despencou dali uns 50 pontos... na metade do caminho já tinha ido pro saco todo o saldo na conta da corretora. O pouco que sobrou me permitiu mais uma operação (na mão mínima) e apenas joguei mais terra em cima do defunto. 

Foi uma situação idêntica ao lucro que tive no leilão do pré-sal na Petrobrás, mas nesse dia devolvi o dobro do lucro que tive naquele dia.

Enfim, isso levou meu saldo para operação ao ALERTA VERMELHO. Não posso cometer mais nenhum erro, ou então estou fora do trade e de volta à carteira assinada (isso se conseguir assinar algo nesses tempos que estamos passando).

Por sorte consigo passar até uns 2 a 4 anos com o valor que tenho dependendo de pausar ou não minha faculdade, então ainda me sinto com uma certa folga de tempo para conseguir emprego - embora não saibamos das consequências a médio prazo dessa pandemia.

O mês de Maio pode ser decisivo nesse sentido. E me blindei mais ainda contra operações "out-of-strategy" com alguma documentação e travamento de dinheiro. Mas estou operando muito próximo do limite e isso também aumenta meu risco de quebra se caso tiver, por exemplo, 4 dias seguidos de stop-loss).

A primeira semana de Maio foi razoavelmente positiva, mas hoje, dia 11/05 já comecei a semana com um Loss. Vejamos como se segue essa semana e o resto do mês.... 


Fica a dúvida: se o trade acabar eu mudo o nome do blog???


Fiquem para os próximos capítulos... 



PS: Deu pra ver que deu uma desesperançada enorme. Mas seguindo a estratégia posso, por exemplo, interromper as operações no mês de maio e ainda ter capital para Junho. Vai depender extremamente de disciplina.
PS2: de todo modo mesmo que o trade acabar o blog continua, apesar de não parecer (devido a diminuição de capital) isso é um blog que ainda visa a IF. O caminho pode chegar a mudar, mas o objetivo continua firme!

Saturday, May 9, 2020

Fim do blog Sr. IF365

Hoje seria um dia de fechamento dos trades de Maio:

Me posicionei em frente ao PC para escrever e antes, fui passar nos blogs favoritos da finansfera e foi aí que "recebi a notícia" (atrasado porque fico dias sem entrar no blogger): Sr. IF365  fechou seu blog.
Para mim foi realmente um baque pois ele foi diretamente uma inspiração para criar este blog e alguém importante na visão que eu tenho sobre o FIRE no Brasil.

Não farei jus de qualquer colocação quanto a isso porque não me compete, mas digo pessoalmente que fiquei até um pouco triste com isso, mas acho totalmente justo que ele tenha a maior privacidade possível conforme uma escolha pessoal dele.

No mais, desejo boa sorte e mais que tudo: "Bom desfruto do que ele tanto lutou para conquistar!"

K.T.


PS:. Não encontrei outros blogs comentando isso, e espero que não tenha sido um pedido do Sr IF para que não o fizessem, se foi, me informem para que eu retire imediatamente esse post (quase que de tributo) ao Sr. IF.

Friday, May 1, 2020

Atualização do Patrimônio Financeiro - Abr 2020 (R$ 56.319,63 -7,68%)

Me surpreendi com o valor alto da queda desse mês e achei até que havia algo errado e revisei todos os valores. Até pensei que estava enganado com a alta do mês passado (que poderia ter sido uma queda na realidade) e revisei também, mas felizmente (pelo mês passado) e infelizmente( pelo mês atual) estavam todos certos.

Depois pensei de maneira mais geral e vi que foi mais ou menos isso mesmo por volta dos 4 mil.

Inclui-se nisso maiores gastos com alimentação, contas, aumento da faculdade, carro quebrado (pqp), e perdas significativas no day-trade (pqp²) que detalharei semana que vem aqui no blog.

Hoje foi daqueles meses que só fiz o fechamento pra colocar no blog (o blog mais uma vez fazendo a função pela qual comecei ele - me ajudar a ser constante no controle).

Outra coisa que foi pro saco foi a anotação de gastos. foi bem no mÊs passado e esse mês foi muito mal feito e precário com pouquíssimas anotações - ainda não saí dessa inércia.

Bem, vamos aos números:


Renda Fixa (CDB, LC, Tesouro): R$ 32.111,65
FGTS: R$ 13.629,71
Renda Variável (Ações,  FIIs e Criptomoedas): R$ 8935,60
Conta de Gerenciamento para o Day-Trade: R$ 1461,58
Outros: R$ 181,09

Resultado total: R$ 
 56.319,63 (-4687,29)

Pareceu  quase um "correção" de movimento (infelizmente bearish)

Principais pontos:


Renda Variável: Foi o único ponto positivo: uma boa alta nos resultados o que indica que comprei ótimas ações na baixa. Destaque para PETR4 e WEGE3 (sou "apaixonado" pelas ações da WEGE, uma pena eu não ter tido capital para comprar mais). Gosto muito da B3SA3, mas estou achando ela muito frágil e volátil... vou repensar ela como algo mais para swing trade do que para B&H.

Day-Trade: Catastrófico. Fiz um ótimo trade no dia da saída do Sérgio Moro. No mesmo dia, fiz um trade muito pior do que o quão bom tinha sido o primeiro. Mais detalhes do que deu certo e errado: semana que vem. O pior de tudo é que colocou em risco o meu saldo de continuidade no day-trade. Talvez eu tenha que abandonar o barco se o resultado for negativo em dois ou três meses (diferente do prazo de 12 meses que coloquei quando saí do emprego, teria que sair com 8 meses - ainda resquício do erro grave de Novembro/19.

Outros: Gastos maiores com alimentação e problemas no carro foram chave para um gasto maior: Queria me resguardar para evitar sair o máximo no final de Abril e início de Maio já prevendo (com os estudos sérios) que seria o período de expansão dos casos de Covid-19.
Contra-intuitivamente minha "estratégia" seria sair quando as pessoas quiserem se fechar com medo do que virem no começo de Maio, para aí atualizar com mais segurança a dispensa, antes que fábricas e outros serviços comecem a serem fechados forçadamente - talvez em Junho. Eu poderia ter comprado para até final de Julho, mas neste ponto eu sei que ser egoísta seria o pior desserviço para o coletivo - vide o que houve com Álcool em gel e alguns alimentos em março.

Bem.. vejamos os próximos capítulos dessa "novela" .. Se cuidem - esses meses podem ser os mais difíceis que já vivemos (para alguns: em toda nossa vida).

Edit: Não sei como coloquei o valor errado no titulo: estava em R$ 54.858,05 quando o valor correto era R$ 56.319,63. Só percebi quando fui subtrair do fechamento de Maio.


Monday, April 20, 2020

Vamos falar de tudo: Coronga, Política, Economia - Opinião



Sou totalmente e abertamente favorável à quarentena e até lockdown. Para mim o simples fato é que tenho pessoas de mais idade em casa e egoisticamente não quero perder meus pais por conta de algo que é tão cruel para com as pessoas mais velhas. Quero que eles tenham onde se tratar se algum dia eu pegar o vírus indo ao mercado fazer compras e passar essa m* de vírus para eles.

Estou tomando todos os cuidados? Acho que é obvio que sim pelo que eu disse acima. Mas se tratando de um vírus todo cuidado é pouco e às vezes acho que as pessoas esquecem ou não sabem de fato o que é um vírus - o básico: o tamanho de um vírus, a quantidade que pode existir numa carga viral mínima, espalhamento, exponencialidade matemática -  e nem se preocuparam em pesquisar.

Acho que o obvio é que não quero pagar pra ver! Governos e economia no mínimo demoram mais pra afundar e quebrar, do que 14 a 28 dias vendo um parente querido morrer vagarosamente por falta de ar. Prefiro ver a miséria do que a morte - Contra a miséria a gente pode pelo menos tentar lutar. 

E outra: o governo injetar dinheiro com medidas (sem emitir mais dinheiro) de ajuda direta ou liberação de verbas de FGTS, etc.. não é nada mais que devolver ao povo o que é dele em vez de ficar tomando para si com altos impostos só atrapalhando o desenvolvimento do indivíduo.

É irônico para mim dizer que a matéria que eu mais odiava no ensino médio (Biologia) hoje faz algum sentido ter um conhecimento básico.

Mas enfim, dito isto... 

Para mim o que estragou a dinâmica de como o país lidou com a situação foi essa aproveitamento político da disputa entre governo Federal X Estaduais... dividiu novamente a população (como na última eleição) e tudo por causa de politicagem e visando votos nas próximas duas eleições. A intenção acabou não sendo achar uma melhor solução. Mas aproveitar do momento para politicagem.

Nomes principais da palhaçada: Bolsonaro, Mandetta, Dória..Witzel, Maia. Todos... TODOS uns FDPs que não buscaram em momento nenhum como fim a tal "proteção à vida" que tanto dizem defender... Minha ressalva é para o Mandetta porque pelo menos na politicagem dele era só fazer o feijão com arroz: trabalhar direito. Mas nos últimos momentos da queda deixou claro que queria deixar uma marca política (e escapar com alta aprovação) deixando na mão do "nomeado por Bolsonaro" o pepino dos próximos meses (o previsto topo do número de casos).

Para mim são movimentos mais óbvios (e não necessariamente corretos) os que EUA e Inglaterra tomaram quando se deram conta do problema real (calculado e estudado cientificamente e tecnicamente e com suas posteriores correções - COMO FUNCIONA A PORR@ DA CIÊNCIA!!!).

Infelizmente os ESTUDOS na área economia vieram MUITO TARDE - e isso acho muito questionável: pouco provável que já em Janeiro não vislumbravam que precisariam ter esses números em mãos para prever como seria a dinâmica em uma quarentena ou lockdown. Ficaram esperando simplesmente "porque sim"um lockdown forçado? Deixo isso em aberto pois realmente não sei e não entendo o porque desse atraso - que ocasionou atitudes prematuras de governos federais e estaduais/provinciais no mundo todo em como lidar com a situação que está se escalando.

Como já bem estudado e amplamente divulgado (e ocorrido na Itália e Espanha): é parar agora PORQUE QUER, do que ser FORÇADO pelas condições.

Na minha OPINIÃO, quem tem condição financeira confortável será menos afetado e por isso é tão avesso às medidas drásticas de isolamento e acredito que é uma politicagem (à nível mais "pessoal" do que "de governo") dizer que está preocupado com o emprego das pessoas com menos recursos - estão no máximo sinceramente preocupados com a falta de produtividade destas pessoas).

Essa crise só exacerbou o que já sabemos sobre o comportamento de nossa população (tanto dos políticos quanto dos outros cidadãos (nós)) - o que não quer dizer que acho que todos pensam como EU descrevi no primeiro parágrafo - talvez até muito pelo contrário.


P.S.: Provavelmente perdi a razão em algumas coisas que escrevi nesse post porque em algumas partes eu realmente fiquei um tanto p*** enquanto escrevia e isso afeta um pouco a lógica... rs

Wednesday, April 15, 2020

A importância da Técnica no meu trabalho

Confesso que demorou, demorou mais de um ano, talvez mais ara perceber que não é só a alavancagem que vai trazer rendimentos no day-trade.

É fácil seguir gurus e falar que "A disciplina é a chave do trade" ou "Quando você for disciplinado você será um vencedor!" ... dá até asco esse tipo de mensagem (e até me perdoem se em algum post antigo eu tenha passado algum tipo de mensagem assim).

Acho que hoje podemos verificar esse embate entre os que dão opinião e entre os que fazem um trabalho técnico de verdade vendo essa polêmica com o ministro Mandetta e esse sai / não sai que nosso presidente da república tenta (e conseguiu) engatar como discussão central. (espero que essa informação já não esteja datada)

Faço esse exemplo, para dizer que só percebi agora (e posso descobrir estar errado futuramente) que o day-trade é lucrativo quando feito de forma técnica e organizada.

Quantas vezes falei aqui em ter estratégias, operacionais e métodos? Muitas! E falo até hoje. Porém acredito que eu não entendia exatamente o que era ter de fato essas estratégias de forma séria e realmente calculada e não apenas como um "achismo" de que ia dar certo.

Agora falando de matemática e embasamento. Minha melhor recomendação é colocar suas operações em um simulador e fazer inferências estatísticas e a partir daí tomar decisões e alterar e refinar seu plano operacional. Um grande trader que admiro (e admiro por observação das suas atitudes e não pelo que ele fala até porque ele não fala tanto e nem é tão popular): "não é porque você é um médico nerd estudioso ou um engenheiro mestre dos cálculos que você vai se dar bem no trade!".

É, no final das contas, tem que se fazer algumas contas (?)

Bem, hoje me vejo no ponto de discordar um pouco disso. Um pouco, porque concordo que essas não são premissas para se dar bem no mercado, MAS acredito que ter esse viés pode ajudar: em ser disciplinado e em ter ferramentas a mais de análise.
Sim, disciplinado! coisa que critiquei no segundo parágrafo desse mesmo texto!
O ponto é que é óbvio a necessidade de disciplina, mas quero colocar aqui que esse não é o único ponto. E abaixo dou a minha parte de "cagação de regra" (desculpem o termo) que simplifica a ideia desse post. Assim resumo que creio que seja necessário:

- Organização: você tem que estar ciente dos seus números (está no prejuizo: quanto e desde quando?)
- Disciplina: quais são os seus limites de perda? Quando você jogará a toalha? Quais são suas métricas para continuar operando ou para voltar á boa e velha CLT?
- Técnica: o mercado é instável e não previsível, para isso a matemática tem em mãos ferramentas de estatística e probabilidade. Você NUNCA tem certeza de algo, mas pode "jogar com vantagens" LÍCITAS e creio que são essas vantagens que essas ferramentas podem proporcionar.

Thursday, April 9, 2020

Resumos do Day-Trade (Março/2020)

Seguindo a última postagem sobre Day-Trade, continuo no novo operacional adotado em 18/02/2020. As coisas não foram às mil maravilhas, mas seguiram de forma bem regrada e disciplinada muito embora não totalmente como eu deveria ter feito.
O novo operacional tem se mostrado efetivo no médio prazo sendo que falando especificamente de Day-Trade considero:

Curto prazo: de minutos a até um mesmo dia de operação.
Médio prazo: de uma semana à um mês.
Longo prazo: acima de um mês à um ano.
Prazo consistente: de 3 a 5 anos.

Isso de forma geral e, claro, é uma métrica pessoal para me balizar nas decisões gerenciais que venho tomando.

No final: chegou-se a um equilibro

Como podem ver, fechei um mês timidamente positivo e o erro do mês foi essa queda maior do ponto mais alto do gráfico, foi justamente esse dia que escorreguei na estratégia e fiz uma operação fora dos parâmetros. Lá pelo começo do gráfico cheguei a fazer duas operações também fora dos parâmetros mas elas praticamente se anularam (uma positiva e outra negativa), mas nessa queda maior do ápice não arrisquei uma operação fora dos parâmetros para tentar recuperar já que isso de forma geral não funciona.

No final temos aquele "W" que é basicamente o ponto de equilíbrio testado estatisticamente nesse operacional: se ele falhar para baixo pode ser (dependendo também de outros parâmetros) um sinal de que devo interromper esse operacional ou fazer uma pausa para analisar.

Também neste mês de março, no dia 16, foi quando aumentei o número de contratos e consegui fazer isso apesar do disclaimer do último post em que falei que não o faria por conta do aumento nos valores de margem para operação que as corretoras colocaram após o fatídico 9/3 - primeiro Circuit Breaker de uma sequência que víriamos presenciar posteriormente, porque aquela subida inicial do gráfico já me rendeu valor suficiente para ter que aportar apenas um pequeno valor que pudesse suportar o novo número de contratos.

Neste mês de Abril é esperado um valor aproximado do salário que recebia no meu último emprego (devido ao aumento no número de contratos). Mas como tratamos aqui de estatísticas e probabilidades nada é muito certo. Esse valor claro passa pela gestão para verificar a parte destinada à recuperação de valores perdidos nos anos anteriores. Mas já será suficiente para virar para positivo este ano de 2020.

Vejamos no balanço do mês que vem se isso se concretizará ou não e, a partir daí as medidas a serem tomadas.

Thursday, April 2, 2020

Atualização do Patrimônio Financeiro - Mar 2020 (R$ 61006,92 +2,35%)

Nesse mês o grande diferencial foi o Day Trade que com muita disciplina foi um mês muito bom, ainda com resultados tímidos devido ao aumento do número de contratos apenas na segunda metade do mês e ainda algumas operações da estratégia nova, mas mesmo assim consegui não estragar o resultado do mês (mais detalhes no post da semana que vem).
Também recebi um valor em conta da empresa que eu trabalhava e que não estava lembrando que seria para este mês - foi bom, mas não exatamente uma surpresa, uma vez que sabia que tinha esse valor pendente para receber e que ele já estavam nas contas do meu planejamento de entradas/saídas gerais, mas foi ele que segurou o resultado deste mês, uma vez que os gastos subiram um pouco este mês já que tive que fazer uma compra um pouco maior (nada exagerado) mas para poder evitar de sair muitas vezes de casa.

The numbers:

Renda Fixa (CDB, LC, Tesouro): R$ 34299,54
FGTS: R$ 13.596,19
Renda Variável (Ações,  FIIs e Criptomoedas): R$ 7937,52
Conta de Gerenciamento para o Day-Trade: R$ 4781,35
Outros: R$ 392,32

Resultado total: R$ 
 61006,92 (+R$ 1400,43)



Renda Variável (Ações/FIIs): Consegui pegar boas ações nessa baixa histórica que tivemos e as que comprei mais já eram ações que estava de olho, mas achava que estavam num patamar muito caro (principalmente WEGE3 e ITSA4). Comprei um pouco de PETR4 porque entendo que a queda, por mais que bem motivada pela situação do petróleo mundial, está baixo de forma exagerada e não deve ser o padrão para um médio prazo. Comprei algumas com objetivo de especulação também, mas em quantidades menores (que já me deram algum lucro no curto prazo - retirei parte do lucro - e fiquei com um restante (que acabou desvalorizando logo em seguida), mas estou gostando delas e talvez compre mais se o preço voltar a baixar e eu tiver caixa para fazer isso. 
Gostaria de ter aplicado mais, mas meu caixa estava extremamente limitado para esse tipo de oportunindade. As FIIs só prejuizo e dos grandes. É 50% da minha carteira de renda variável  e comprei na alta. O importante agora é manter. visando o rendimento a longo prazo (não vejo meios de FIIs voltarem aos patamares que estavam em menos de 2 anos, mas vamos ver).

Renda Variável (Criptos):  Prejuízo, mas era de se esperar. Tentei comprar criptos também, mas estava com a conta bloqueada para aplicações por falta de utilização (quando recuperei a conta já tinham subido 40% (as que eu pretendia comprar) e agora acho que vou esperar o gráfico bater no mesmo suporte novamente.


Renda Fixa:  Segue relativamente estável, sendo que parte de um CDB que venceu este mês foi para Renda Variável e o restante cobriu os gastos do mês.

Day-Trade: Foi o destaque do mês. Estratégia nova indo muito bem de forma geral. Não vejo motivo para ajustes nela, mas sim a parte do trabalho agora é continuar a observação do mercado para ver novas oportunidades ou mudanças que podem me levar a interromper o uso dessa estratégia para daptações ou mesmo descarte.

Monday, March 16, 2020

Post Extra - Resumos do Day-Trade

Vou fazer este post rápido aqui apenas para atualizar a situação das minhas propostas feitas no último post desta série sobre os Resumos do Day-Trade.

Dia(s) depois de eu ter colocado meus objetivos quanto a aumentar o número de contratos devido ao bom sucesso da estratégia, o mercado, como todos sabem DERRETEU, e isso fez com que as corretoras ficassem mais precavidas com suas margens de garantia para operações no mercado futuro e a vista.

Diante disso, as novas margens que minha corretora adotou inviabilizaram completamente esse aumento no número de contratos da estratégia e vou prorrogar essa alteração do dia 16 para o dia 23, mas com mais possibilidade disto passar para Abril.

Edit: Acabei optando por "injetar" mais dinheiro para ter margem cumprir o cronograma e operei com a nova "mão" SIM  a partir do dia 16 mesmo, uma vez que no dia próprio (16/03) a corretora recuou um pouco com os valores das margens e pude utilizar boa parte do dinheiro já ganho como margem - o que não é recomendável em situações normais pois isso configuraria uma "super-alavancagem" - mas foi feito de forma estruturada e respeitando os limites previamente estabelecidos embora com risco de comprometer operações em Abril:  em caso de LOSS da conta o mês de Abril ficaria inoperável.


Em Abril minha "empresa day-trade" terá liquidez para prover a margem solicitada pela corretora, então mesmo que não baixem a margem será possível seguir com a estratégia pré-definida.

Só para atualizar, até agora os resultados seguem tão bons quanto antes agora o saldo que era de 710,00 no referido post, segue em R$ 900,00, com apenas um loss e todos outros dias de Gain (valores baixos, mas contínuos).

Infelizmente precisamos alterar os planos quando coisas fora do nosso controle acontece, mas o importante, que fica, é a disciplina que tomei neste mês que se fecha entre terça e quarta desta semana com a estratégia e os frutos que essa disciplina trouxe.

Friday, March 6, 2020

Resumos do Day-Trade (Fevereiro/2020)

Esse mês fica marcado por uma "nova era" nos meus trades. Como já adiantei no último post de fechamento mensal minha nova estratégia (ou, no termo mais correto, novo operacional) foi bem testada (desde meados de Dezembro) e finalmente estava pronta para ser colocada em prática.
Claro que nunca se sabe quanto que é o suficientemente testado, mas ela provou meu ponto em tantas vezes quantas foram necessárias para que eu chegasse a esse ponto de confiança.

Na verdade era para ela estar sendo colocada em prática desde o início de Fevereiro porém o psicológico atrapalhou imensamente isso e depois de uma "pausa para o café" (para pensar) fiz as últimas modificações que tornaram inclusive meu psicológico quase que à prova de erros. E posso considerar que esse tem sido o pulo do gato para as coisas estarem indo melhor até hoje (já passada a primeira semana de março).

É até legal para que eu registre aqui no blog a data exata desse "pulo do gato" para que eu volte e reveja se realmente agora tenho algo durável.
Claro que se houvesse uma fórmula mágica todos ganhariam (e perderiam) e logo não haveria mercado, então estou ciente de que modificações futuras deverão ser feitas no operacional, mas até pra isso tenho me preparado sabendo inclusive o ponto exato de fazer as devidas alterações ou pausas - dependendo do que ocorrer ao longo de determinados períodos).

A data exata é o dia: 18/02/2020 - terça-feira.
(talvez possa parecer estranho eu destacar tanto essa data, mas é porque de fato eu quero e preciso lembrar dela (como disse acima)  - aqui vem parte do uso PESSOAL do blog que já falei algumas vezes).

Enfim, vamos aos resultados de Fevereiro:

Ao longo do mês, muitos dias sem operar em preparação ao operacional novo

Como viram, um resultado negativo novamente, totalmente influenciado pelos percalços já citados acima.
Já, a partir do dia 18, tive, em 7 dias operados 5 dias de ganhos e 2 de perdas  até o final de fevereiro.
desdes os ganhos somaram aproximadamente R$300,00 (como podem ver no gráfico o último dia do mês foi ótimo para obter esse valor), e as perdas somaram: aproximadamente -R$120,00.
Saldo de: R$ 180,00.

(a título de curiosidade hoje (07/03/2020) esse saldo está aproximadamente em R$ 710,00. O que é muito bom, porém eu "contei com a sorte" do Banco Central intervir exatamente no ponto onde eu estava vendido e a operação "estourou meu gain" em R$ 210,00. Logo um valor mais realístico seria de R$ 500,00 o que também não é ruim).

(todos valores acima são aproximados e já descontados os custos)

Ainda estou operando na "retaguarda" (mesmo agora ainda no final da primeira semana de março) e pretendo operar assim por mais uma semana.

Meus pré-requisitos para aumentar os contratos serão:
  • Manter um saldo positivo  (somados todos ganhos e perdas) até o dia 13/03/2020. Se isso ocorrer a operação será de 3 ou 5 contratos (contra o 1 contrato atual) a partir do pregão seguinte, e acompanharei a evolução até o fechamento de Abril. 

  • Em caso do saldo estar negativo nessa data, manter 1 contrato até o final de Março e aumentar para obrigatoriamente 3 contratos no início de Abril se o saldo estiver positivo no último dia de Março.
(Essas informações/regras acima também são para controle pessoal -  mas fica aí para também para manter um compromisso público).

Espero poder contar com esse operacional melhor estruturado por um bom tempo, mas se isso não ocorrer pelo menos estou mais certo de que o plano será seguido conforme o planejado - pois agora tenho QUASE tudo muito bem amarrado - o que falta pra amarrar de vez, estou preparando agora, depois de escrever este post!

Será provavelmente um final de semana de muito trabalho, mas que finalmente parece estar sendo recompensado aos poucos. (mas se eu morrer na praia vocês serão uns dos primeiros a saber).

Bora!

Monday, March 2, 2020

Atualização do Patrimônio Financeiro - Fev2020 (R$ 59.606,49 -3,68%)

Mês marcado por um Day-Trade em mudança de estratégia (segunda metade do mês) e infelizmente por muitos gastos ainda não controlados (o que me preocupa muito já que estou numa situação em que o controle deveria ser muito mais preciso - mas o psicológico com outras questões acho que tem influenciado - e talvez até tenha sido uma desculpa para não cuidar direito disso).

Vamos aos valores:

Renda Fixa (CDB, LC, Tesouro): R$ 34.073,04
FGTS: R$ 13.594,96
Renda Variável (Ações,  FIIs e Criptomoedas): R$ 8.079,51
Conta de Gerenciamento para o Day-Trade: R$ 3128,23
Outros: R$ 730,75

Resultado total: R$ 
 59.606,49 (-R$ 2274,77)

Renda Variável: Revertendo parte dos resultados das criptos no mês passado, elas que puxaram para baixo o valor da RV neste mês, uma vez que, mesmo com essa crise, meus resultados em FIIs e nas ações da B3SA3 foram levemente positivos.

Renda Fixa:  Segue como minha reserva de segurança que está sendo (como disse no início) um tanto mal gerenciada por gastos supérfuos (acabei viajando duas vezes para outro estado este mês - ambos gastos poderiam ter sido cancelados) e certamente foi o que pesou. Também tenho gasto muito mal em alimentação (não saudável) - o que faz me indicar o ponto de achar uma relação do psicológico nestes gastos também.

Day-Trade: Com a minha estratégia nova BEM DEFINIDA agora, preciso gerar estatística para saber se a escolha nas mudanças de operação surtirão efeito positivo (ou negativo: que detectará ineficácia). Apenas consegui aplicar efetivamente a partir da segunda quinzena de fevereiro e os feriados não ajudaram muito a consolidar minha opinião sobre os dados ainda. Sigo cauteloso ainda nesta primeira quinzena de Março (ou talvez até o fim do mês - já que assim se ajustam os valores REplanejados devido à perda alta que houve em Novembro).

Saturday, February 22, 2020

Os dias que passavam antes da decisão de sair do emprego público


Algumas pessoas já me fizeram perguntas como "onde você trabalha?" e afirmações: "Day-Trade é loucura!"

Já expliquei em posts diversos a situação que me fez sair do emprego, mas resolvi condensar e detalhar (a quem interessar e conseguir chegar até o final do texto) um pouco da história neste post.

PESSOAS AO MEU REDOR...

Quem me conhece pessoalmente fizeram muito mais afirmações desse tipo acima, e acredite, uma delas até deixou de falar comigo porque não segui o conselho dela de ficar onde estava, enquanto outros me apoiaram por interesse (um cargo publico vago em determinada posição é sempre de interesse de alguns) e outros valorosos amigos me deram conselhos para NÃO sair de lá, mas uma vez tomada a decisão me deram o apoio e o ombro amigo de quem entendia que a situação era insustentável e, hoje digo com mais clareza, chegou a trazer riscos para minha própria vida em certo ponto e creio que eles perceberam isso.

OS DIAS QUE PASSAVAM...

É até um pouco difícil escrever sobre como foram aqueles dias, mas lembro que o dia em si, da saída, iniciou como já vinha acontecendo a mais de 1 ano e meio pelo menos, e com mais intensidade nos últimos 6 a 12 meses:

Imagine por tanto tempo abrir o olho, deitado e ainda imóvel na cama, o primeiro pensamento do dia:

Primeiro pensamento: muita tristeza e infelicidade


"Que droga, preciso levantar para ir àquele lugar!" - e obviamente não é só a frase, mas todo o sentimento negativo que já vinha com ela logo no início do dia, no primeiro pensamento - não tinha nem chance de tentar pensar antes em outra coisa e mudar o foco!

Generalizando para outros dias anteriores, demoro, mas quando consigo levantar começo a enrolar, pois onde trabalhava tem uma certa tolerância de atraso, então faço de tudo pra chegar no limite desta tolerância (embora no final do mesmo dia tenhamos que pagar esse atraso, mas o final do dia era sempre mais prazeroso pois era próximo da hora de ir embora!) - aliás... nunca tinha hábito de tomar banho de manhã, sempre tomava à noite para dormir... comecei a tomar banho cedo todos os dias, mas nem o banho salvava do arrasto que era me trocar - aquele uniforme com cara de tristeza...

Acho até que meu carro vivia com problema que era pra eu poder chegar mais atrasado ainda... pelo menos umas 3 vezes em um espaço de duas semana mais ou menos, o óleo inteirinho do carro vazou na garagem e precisei aguardar o mecânico para poder consertar e sair para trabalhar - "místicos diriam que era o destino me mostrando o caminho"

FOTO REAL: uns três dias com vazamentos desse nível: 3 L de óleo novinho do pálio indo pro saco

Quando eu finalmente conseguia chegar lá, era bater o ponto colocar as 'ferramentas' em suas posições e ficar lá com a cara mais infeliz do mundo aguardando os clientes que chegavam com os mais diversos humores.

Por alguns instantes eu esquecia: o pessoal que trabalhava comigo parecia perceber o que eu sentia e pareciam tentar me animar algumas vezes, mas em 90% do tempo só ficava pensando no porque eu fazia o que eu fazia, no porque eu estava lá se não me fazia bem, no porque temos que passar por coisas e sentimentos pesados como o que eu sentia só por causa de dinheiro. Não me parecia justo uma parte da minha juventude estar sendo drenada daquele jeito; como sempre disse : "tempo vale muito mais do que dinheiro", e eu tava trocando um pelo outro, na mão errada, com desequilibro ao meu ver - claramente não em quantidade: minha carga horária era ótima para um padrão de trabalho assalariado comum, mas em qualidade: simplesmente não valia a pena.

As horas passavam e chegava a hora de ir embora, acho que começava a dar sinais de felicidade e alegria em alguns dias, fechava meu ponto e saia rápido e voraz por vida fora daquele lugar: poderia seguir meus estudos em engenharia, meus projetos de eletrônica e de programação, o estudo do trade, o piano, a música: tanta coisa, mas para pouco tempo... confesso que nem as 24h do dia me permitem fazer tudo o que eu quero fazer (e isso ainda é um problema a se resolver).

Mas enfim, chegava em casa e descobria que estava simplesmente EXAUSTO, cansado demais para fazer tudo isso, partia para as coisas até que prazerosas, mas de cunho mais obrigatório também: minha faculdade. Tinha um período de descanso, mas depois já ia cumprir com as obrigações de estudo - afinal se eu seguisse o cronograma, no final de semana eu conseguirei fazer as outras coisas que tanto desejo...

Exaustão, cansaço e fadiga em níveis altos viraram rotina pós trabalho


...mais um engano... a exaustão que aquele lugar trazia pra minha vida de forma geral já não me permitia seguir corretamente com os cronogramas de estudo  e logo, ficavam coisas para a sexta a noite, para o sábado, para o domingo até a noite... e fazia tudo de maneira arrastada e CANSADO. Não tinha feito ao final as coisas que me davam mais prazer e poderiam trazer algum alívio. E logo chegaria segunda-feira e tudo recomeçaria.

Além disso, já estava se corroendo meu namoro (que já não ia muito bem) e claramente essa situação e esse sentimento só pioravam a maneira como eu conseguia lidar com ele (isso durante um bom tempo antes de eu sair do meu trabalho) até que o relacionamento fosse quebrado, e isso colocaria durante meses (e posso dizer na verdade que até hoje) um peso a mais no que eu já vinha sentindo.


Diante de toda essa situação me considero fraco ainda por não ter resistido mais um tempo, não ter seguido o plano financeiro que eu tinha para entrar de cabeça no trade e não ter que fazer isso de uma hora para outra.

Mas acho que fica claro que sair PARA me tornar um trader, foi apenas um detalhe de um plano que estava SIM em andamento - com valores e momento marcado - mas não o motivo único e total.

No meio disso tudo ainda tinha a relação com meu superior imediato (que não era ruim, mas também não colaborava) e o superior dele que aí sim me pergunto até hoje se já não beirava o assédio moral e que talvez eu devesse ir às vias de justiça antes de não ter suportado e pedido para ir embora (para ele inclusive) - mas não só pensar em justiça, mas ao mesmo reagir para mim já não me pareciam, na situação em que eu me encontrava, ao menos uma solução - talvez eu nem mesmo tenha pensado sob este aspecto à época.

Foi pelo menos um ano a um ano e meio sentindo estas coisas e tentando lidar, então obviamente faltaram muitos outros fatos, situações e sentimentos a serem citados.

Mas termino o 'relato' por aqui - isso se alguém suportou chegar até aqui, afinal, isso não foi nem de longe uma história feliz e de superação, logo, provavelmente desinteressante, mas além de falar para alguns que me perguntam, talvez tenha sido um tipo de desabafo ainda entalado na garganta.

Obs: escrevi em partes e durante muito tempo e só agora entendi que estava completo o suficiente para postar (então perdoem se houve alguma desconexão - dúvidas que posso tirar nos comentários abaixo)

Thursday, February 13, 2020

E esse trade, tá fácil? Seguem os cursos de "ensino" "superior"


"Superior" porque se acham cada um mais superior que o outro...

Comprar - tendência de alta muito clara
Vender - Já subiu está muito caro e vai volta
Compra: acabou de romper uma resistência anterior
Vende: é o topo de um ombro-cabeça-ombro
Compra: está rompendo 60 na retração de Fibonacci*
Vende: está em direção a resistência de 100 da retração de Fibonacci*
RSI em forte tendencia*
RSI indicando sobrepreço*
Compra: ângulo da última alta tende a formar uma bandeira de alta
Vende: ângulo diminuiu indicando que estão se enfraquecendo os 'comprados'
continua...



Falta muita informação nesse gráfico, não é?

 Mas afinal: Compra ou Vende?

Vocês tem mais argumentos pra esse gráfico (tosco) ?

*para o Fibonacci e RSI, vai variar de acordo com a posição que iniciar o traçado ou parâmetros que você colocar, respectivamente

Saturday, February 8, 2020

Resumos do Day-Trade (Janeiro/2020)

    Assim como no patrimônio, meu Day-Trade de Janeiro foi um desastre. O que adiantou as minhas "férias forçadas" como falei no post anterior de fechamento.

Queda curta e rápida.
    Quando fui fazer o fechamento de Janeiro do Day-Trade me assustei com o resultado. Não porque estava negativo. Obviamente eu sabia disso, mas acreditei que tinha respeitado bem próximo o meu limite mensal de operações em contingência e na verdade dobrei esse prejuízo e não percebi.
    
    Mas ao fazer a analise dia-a-dia já lembrei-me do presente de ano novo que tive (e já tinha esquecido): já tinha desrespeitado a "meta de prejuízo" no primeiro dia de trade do ano (no gráfico assim, a linha já começa bem abaixo do zero).

Este mês de fevereiro (que vos escrevo) que queria colocar em prática apenas as novas táticas que estou planejando desde o final de Novembro, já andei fazendo coisas diferentes e comprometendo grande parte. Novamente me vejo forçado a por o pé no freio com as operações para (dessa vez) respeitar o limite máximo caso os trades sejam desfavoráveis daqui pra frente.


Considerações:


Psicológico:

- Tenho estado numa condição de niilismo total (coisa que ainda não havia citado no blog) e isso provavelmente me prejudica em certo ponto de achar que vale a pena seguir minhas novas estratégias a risca e isso tem posto a perder o período necessário de teste (que só se estende) enquanto não respeito corretamente.

Técnica

-  Nem mesmo os leilões de abertura que salvaram o mês passado cheguei a operar e acabei "inventando operações" logo no início do ano, obviamente isso não funcionou nada... nada...

Gestão de Risco

- a gestão de risco também fica extremamente travada neste novo método, é apenas seguida à risca.
- a ideia será apenas aproveitar momentos decisivos do mercado (por exemplo com foram os leilões da Petrobrás) para operações mais ousadas.

Gestão de capital

- Como dito em parágrafos anteriores, não respeitei a gestão e pior que isso: nem vi que estava desrespeitando, mas ao menos não foi com nenhuma grande operação desastrosa.

Maiores aprendizados: 

- Foi um mês bem apagado (essa é a impressão que tenho de final de mês) porque operei apenas uma semana e meia aproximadamente e depois me desliguei completamente do mercado.

Acontecimento(s) do mês:

Ter ficado tanto tempo desligado do mercado, desde os estudos e operações até de notícias do cenário econômico local e mundial. (já devia fazer uns 2 anos diretos nessa "bitolação insana" por informação  - já que começou antes mesmo do trade virar uma prática).


Tuesday, February 4, 2020

Atualização do Patrimônio Financeiro - Jan2020 (R$ 61.881,25 -4,58%)

Ano Novo, prejuízo velho...

Este mês de Janeiro foi ruim para o Day Trade muito embora eu nem tenha operado muito, mas a primeiras semanas foram muito ruins nas operações, de modo a cumprir com a meta de perda do mês me mantive (e consegui fazer isso) sem operar no restante.

Junto a isso os custos se elevaram: mesmo sem poder financeiramente (tenho consciência disso) acabei tendo um mês de férias (aproveitando também o fato citado no parágrafo acima). E espero que isso tenha dado pelo menos uma aliviada no psicológico, mas como podem ver abaixo, no financeiro foi um bom prejuízo: muito embora o custo das viagens em si tenham sido baixos, estou ainda com a péssima dificuldade de voltar a anotar meus gastos e nem sei direito pra onde foi tanto dinheiro (uma vez que não gastei mais que 200,00 com transporte e estadia (estes eu tenho as notas).

Renda Fixa (CDB, LC, Tesouro): R$ 36.248,26
FGTS: R$ 13.529,39
Renda Variável (Ações,  FIIs e Criptomoedas): R$ 8.174,83
Conta de Gerenciamento para o Day-Trade: R$ 3405,43
Outros: R$ 523,34

Resultado total: R$ 
61.881,25 (-R$ 2969,25)

Vendo o que falei das Criptos no último fechamento (falei, mas não fiz), a Iota deu mais de 100% de rendimento no último mês enquanto a B3SA ficou no vai e volta (mais voltou que foi), mas isso também foi culpa de ficar alheio ao que estava acontecendo ao mercado diante da crise do Corona Virus na China.

De certo modo já sinto neste início de mês que estou mais empenhado nos meus objetivos no Day-Trade, mas também estou de olho em outras possíveis áreas de atuação, sobretudo na Música (onde pretendo investir mais tempo e talvez algum dinheiro).


Tuesday, January 14, 2020

"Dilema" do tempo


Começo este texto dizendo que gostaria muito de ouvir nos comentários o pensamento de vocês sobre o assunto pois gostaria de entender quem  tem pontos de vista semelhantes e principalmente divergentes do meu.

Time

Se não diariamente, pelo menos uma vez por semana ao longo dos (mais ou menos) últimos 5 anos fico me perguntando até onde estou disposto a sacrificar meu presente em prol de uma futura IF.

Sabemos que estatisticamente a probabilidade de chegar à velhice ainda é alta e que a preocupação primária é pelo menos ter uma vida digna quando ela chegar, mas queria colocar uma questão "em jogo" aqui:

E se vivêssemos bem melhor o presente (já garantido), mas sem poder garantir que  viveríamos muito tempo na velhice?

Bem o ponto é que, (1) na velhice, sem recursos básicos, isso poderia levar a uma vida miserável com certeza, mas e se ao invés disso você acabar (2) escolhendo viver uma vida medíocre para também viver uma velhice medíocre?

Me sinto como se estivesse na segunda opção.

O objetivo será simplesmente viver o máximo de tempo possível?  Ou viver o melhor possível dentro do tempo que for possível?

O ideal, para mim, seria viver o melhor possível no máximo de tempo possível, mas no mundo em que vivemos isso parece ser cada vez mais difícil sem, infelizmente, recursos financeiros.

Temos a opção de procurar viver de modo mais frugal possível e isso já prolongaria a qualidade e a longevidade quase que automaticamente, mas e se a pessoa simplesmente não se sente a vontade com a frugalidade e simplicidade? Talvez pra ela isso seria a opção de viver de forma medíocre para os desejos e sentimentos dela de uma vida mais satisfatória.

Creio que estes questionamentos talvez permeiem a vida de todos que já pensaram na IF alguma vez na vida, isso se não for algo intrínseco ao ser humano contemporâneo, mas parece pesar muito para quem pensa, como eu , que já está atrasado e já se sente cansado para perseguir de forma voraz essa melhora do presente atrelada a uma garantia de um futuro melhor.


Saturday, January 11, 2020

Fechando o ano com um mês de 0x0. Resumos do Day-Trade (Dezembro/2019)

Este mês tenho um resultado positivo para o Day-trade, mas que obviamente considero um 0x0 ou até prejuízo já que não cobre nem as despesas: +R$ 20,00

Conseguindo dois bons resultados positivo nos dois últimos dias do ano
Este resultado também ocorreu por conta de uma limitação que me impus após ter pedido para sair do meu emprego público, não coloquei dinheiro a mais para operar e com isso o final do mês teve operações com Gains e Losses muito menores que a média até a metade inicial do mês (80% do loss final), ou seja, com o operacional normal, provavelmente teria sido um mês de 0x0.

Considerações:


Psicológico:

- Ainda me recuperando do mês anterior. Estou me estruturando com o "novo método" para operar, buscando evitar essas oscilações tão grandes no psicológico.

Técnica

-  Neste novo método a técnica é extremamente fixada e não há espaço para novidades, porém...
- Voltei a dar atenção ao leilão de abertura que sempre foi o carro-chefe das minhas melhores operações (no passado), mas que corre o risco de abalar o psicológico se a operação não for boa uma vez que é logo no começo do dia.

Gestão de Risco

- a gestão de risco também fica extremamente travada neste novo método, é apenas seguida à risca.
- a ideia será apenas aproveitar momentos decisivos do mercado (por exemplo com foram os leilões da Petrobrás) para operações mais ousadas.

Gestão de capital

- Agora sim, com um balanço correto do estrago feito em Novembro sei que para não injetar dinheiro novo no Day-Trade (coisa que não farei) precisarei operar extremamente pequeno ao menos pelos próximos 3 meses (até final de Março)

Maiores aprendizados: 

- Acredito que este mês foi bem neutro, o novo método me deixa extremamente seguro (embora não esteja indo tão bem como pensei - mas é o preço pela tranquilidade que ele traz. O aprendizado este mês (de Dezembro) fica pela estabilidade psicológica.

Acontecimento(s) do mês:

- ótima recuperação no final do mês com as minhas "velhas" operações de leilão de abertura.