Monday, April 20, 2020

Vamos falar de tudo: Coronga, Política, Economia - Opinião



Sou totalmente e abertamente favorável à quarentena e até lockdown. Para mim o simples fato é que tenho pessoas de mais idade em casa e egoisticamente não quero perder meus pais por conta de algo que é tão cruel para com as pessoas mais velhas. Quero que eles tenham onde se tratar se algum dia eu pegar o vírus indo ao mercado fazer compras e passar essa m* de vírus para eles.

Estou tomando todos os cuidados? Acho que é obvio que sim pelo que eu disse acima. Mas se tratando de um vírus todo cuidado é pouco e às vezes acho que as pessoas esquecem ou não sabem de fato o que é um vírus - o básico: o tamanho de um vírus, a quantidade que pode existir numa carga viral mínima, espalhamento, exponencialidade matemática -  e nem se preocuparam em pesquisar.

Acho que o obvio é que não quero pagar pra ver! Governos e economia no mínimo demoram mais pra afundar e quebrar, do que 14 a 28 dias vendo um parente querido morrer vagarosamente por falta de ar. Prefiro ver a miséria do que a morte - Contra a miséria a gente pode pelo menos tentar lutar. 

E outra: o governo injetar dinheiro com medidas (sem emitir mais dinheiro) de ajuda direta ou liberação de verbas de FGTS, etc.. não é nada mais que devolver ao povo o que é dele em vez de ficar tomando para si com altos impostos só atrapalhando o desenvolvimento do indivíduo.

É irônico para mim dizer que a matéria que eu mais odiava no ensino médio (Biologia) hoje faz algum sentido ter um conhecimento básico.

Mas enfim, dito isto... 

Para mim o que estragou a dinâmica de como o país lidou com a situação foi essa aproveitamento político da disputa entre governo Federal X Estaduais... dividiu novamente a população (como na última eleição) e tudo por causa de politicagem e visando votos nas próximas duas eleições. A intenção acabou não sendo achar uma melhor solução. Mas aproveitar do momento para politicagem.

Nomes principais da palhaçada: Bolsonaro, Mandetta, Dória..Witzel, Maia. Todos... TODOS uns FDPs que não buscaram em momento nenhum como fim a tal "proteção à vida" que tanto dizem defender... Minha ressalva é para o Mandetta porque pelo menos na politicagem dele era só fazer o feijão com arroz: trabalhar direito. Mas nos últimos momentos da queda deixou claro que queria deixar uma marca política (e escapar com alta aprovação) deixando na mão do "nomeado por Bolsonaro" o pepino dos próximos meses (o previsto topo do número de casos).

Para mim são movimentos mais óbvios (e não necessariamente corretos) os que EUA e Inglaterra tomaram quando se deram conta do problema real (calculado e estudado cientificamente e tecnicamente e com suas posteriores correções - COMO FUNCIONA A PORR@ DA CIÊNCIA!!!).

Infelizmente os ESTUDOS na área economia vieram MUITO TARDE - e isso acho muito questionável: pouco provável que já em Janeiro não vislumbravam que precisariam ter esses números em mãos para prever como seria a dinâmica em uma quarentena ou lockdown. Ficaram esperando simplesmente "porque sim"um lockdown forçado? Deixo isso em aberto pois realmente não sei e não entendo o porque desse atraso - que ocasionou atitudes prematuras de governos federais e estaduais/provinciais no mundo todo em como lidar com a situação que está se escalando.

Como já bem estudado e amplamente divulgado (e ocorrido na Itália e Espanha): é parar agora PORQUE QUER, do que ser FORÇADO pelas condições.

Na minha OPINIÃO, quem tem condição financeira confortável será menos afetado e por isso é tão avesso às medidas drásticas de isolamento e acredito que é uma politicagem (à nível mais "pessoal" do que "de governo") dizer que está preocupado com o emprego das pessoas com menos recursos - estão no máximo sinceramente preocupados com a falta de produtividade destas pessoas).

Essa crise só exacerbou o que já sabemos sobre o comportamento de nossa população (tanto dos políticos quanto dos outros cidadãos (nós)) - o que não quer dizer que acho que todos pensam como EU descrevi no primeiro parágrafo - talvez até muito pelo contrário.


P.S.: Provavelmente perdi a razão em algumas coisas que escrevi nesse post porque em algumas partes eu realmente fiquei um tanto p*** enquanto escrevia e isso afeta um pouco a lógica... rs

4 comments:

  1. Não nego a gravidade do Vírus e seu potencial de destruição,Soul Surfer tá escrevendo ótimos artigos sobre o vírus.Agora as medidas tomadas contra os cidadães está sendo revoltante, todos devem ser informados , prefeituras e estados e o governo deveria fazer uso massivo de propaganda, equipes pelos bairros e empresas mas tirar liberdade do cidadão não dá.Qualquer atitude que temos tem um risco em potencial agora quem quer sair mesmo sabendo o que se passa escolheu assumir o risco, talvez o governo poderia liberar o FGTS e seguro desemprego para quem pedisse demissão nesse momento , para caso o trabalhador não quisesse voltar ao trabalho e o patrão insistir ter uns 3 a 5 meses garantido.Sei lá meu ponto de vista parte da liberdade.
    abraço

    ReplyDelete
    Replies
    1. Achei muito boas suas colocações e tem um ponto no qual concordo que está muito correto: falta informação pra população decidir o que faz. O que me preocupa é que o risco de pessoas desinformadas afetam a todos e não apenas aos que "assumem o risco". Porque partindo dessa lógica quem se "arriscasse" e pegasse o vírus poderia ser responsabilizado criminalmente por colocar a vida de outros em risco (na mesma lógica de quem dirige bêbado por exemplo)... e concordo que beira o absurdo pensar nisso..

      Delete
  2. Olá Kronos, beleza?

    Faço das minhas palavras as suas, inclusive no tom de raiva extrema quando vemos a negação científica se tornando cada vez mais comum na sociedade moderna quando esperávamos totalmente o contrário.

    Embora concorde que os estudos vieram tarde culpo diretamente o governo federal e sua constante tática de engolir a verba dos Institutos de pesquisa e universidades federais.

    Tenho pra mim que se já que querem privatizar que criem um modelo bom de parceria universidade-empresa, sucatear é sacanagem, EU FICO PUTO!

    abraço, sigo acompanhando.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Quando falei dos estudos quis dizer mais a nível global mesmo. E é ridículo o quanto o governo vem tirando verbas de pesquisa na última década pra mais....

      Já mudei muito minha postura quanto a privatizar tudo (sempre concordei com isso), mas ultimamente observo que tem setores que simplesmente não andariam ou seria extintos ou pior, seriam sucateados como vc diz e que fariam muita falta pra população de mais baixa renda. Acho que só seria possível uma privatização total caso fosse pra frente idéias como renda básica o que acho dificílimo funcionar no Brasil a curto prazo ou melhor que a desigualdade fosse mais moderada no país (coisa que sabemos o quão grave é)

      Delete