Wednesday, June 24, 2020

Por onde COMEÇAR a estudar para operar Day-Trade (minha opinião pessoal)

Reforço o que coloquei no título: estou falando da minha opinião e experiência pessoal. Podem ser totalmente destoantes do que muitos indicam e ensinam (sobretudo pessoas muito mais experientes e com tempo de mercado) por aí . 

Mas sou da "escola" (se posso assim dizer) dos que pretendem encontrar seu próprio caminho. Claro que bebo de conhecimentos já existentes (não vou reinventar a roda), mas acho que a individualidade está em como você vai juntar esse conhecimento para operar da forma que você opera: no "seu estilo".

Acho chato que isso soa como: "Você encontrará seu caminho com as ferramentas que lhe forem concedidas!" - e acho isso ruim porque o "povo que vende curso" utiliza disso o tempo todo como pretexto para que, durante ou após o curso, a pessoa que não conseguiu alcançar os objetivos tenha a impressão de que a culpa é dela não estar sabendo usar tais ferramentas. Mas em minha defesa: não vendo cursos de qualquer tipo e aqui não vou indicar ou endossar ninguém, talvez apenas faça observações gerais de quem não procurar e faço menção ao investing.com apenas como ferramenta de notícias!

Dado esse enorme disclaimer vamos ao assunto.


Tive a ideia de detalhar esse post após uma pergunta nos comentários de uma das publicações do mês passado e aqui vou resumir um pouco do que eu recomendaria de conhecimentos adquiridos e talvez a forma (no tempo) de adquiri-lo.

Aliás, quanto ao tempo, eu diria que é um estudo paralelo. Para colocar a mão na massa mais rapidamente eu diria que é recomendado um estudo em paralelo dos pontos que vou colocar. Não acho que vale a pena você aprender padrões de 3 ou 4 candles seguidos para esgotar o assunto "candles", enquanto não se aprende nada de indicadores ou Tape Reading.


PREVIA:

1. Saiba quanto você pode PERDER sem comprometer rendas e deixar você e sua família na mão. - Se não sabe disso nem comece pois talvez não tenha cabeça para continuar e pode se dar mal com as altas possibilidades que a alavancagem traz. SIM, eu tenho meu número e se chegar a ele terei que interromper (pausar ou finalizar) minha trajetória no Day-Trade (um dia faço um post falando o valor - se já tiver chegado ou não nele).

Obs: também tem quem disponibilize um valor fixo para operar no mês - mas acho arriscado fazer isso sem ter o item 1. bem definido. O mercado pode levar você para caminhos "obscuros".

2. Entender o mercado que vai operar: contratos, variação de preços (ticks), e magnitudes dos valores envolvidos. Como todos os outros itens citados, aqui vale um aprofundamento posterior: muita gente não sabe porque a pessoa consegue operar no mercado com valores tão baixos!

3. Margens de operação do papel/contrato da corretora que você vai utilizar. Isso para ver se aquele valor que você pensou no item 1. vai comportar as operações que você pretende fazer ao longo de determinado tempo.

4. Diariamente: dependendo de como você vai criar e formatar sua tática de operações, saber das notícias econômicas diariamente é uma boa pedida. Recomendo o calendário de notícias do site  investing.com. Mas eu tomo cuidado com a overdose de notícias: Saiba o que você vai operar e aprenda com o tempo quais notícias são relevantes para o seu papel/contrato. Com certeza algo mais geral e catastrófico que não tenha ligação nenhuma com o seu papel vai pipocar na tela, principais jornais e vai ser amplamente discutido (vide a PANDEM1A atual e a guerra de preços da OPEP do início de março!).

5. Adicionalmente acho importante entender previamente um pouco da história do surgimento do mercado e das motivações para que ele exista. Saber "quem é" a B3 e a CVM. E o básico da Teoria de Dow (que envolve itens técnicos explicados abaixo).


A partir daqui vamos ao estudos técnicos:

CANDLES

No início se ater aos padrões de um (doji por exemplo) e dois candles (bebê abandonado por ex.) é suficiente. Aprendendo os principais (de reversão e continuidade de tendência em geral).


PRICE ACTION

Acho tão essencial quanto saber ler candles. Faz boa parte da minha estratégia atual - já foi a principal.

Movimentos amplos - tendências de alta e baixa e canais. no início apenas o básico: entenda do que se trata; depois vá se aprofundando um pouco. (Falar em "linhas" de tendência já considero aprofundamento posterior, pois nem sempre é tão simples traçar linhas corretamente).

Figuras - as principais que considero são: mastro-bandeira, ombro-cabeça-ombro.

INDICADORES

Obrigatório:

     >Médias móveis  (aritméticas e exponenciais)

Adicionais:

    >VWAP - no começo é uma média que me deslumbrou quanto a precisão dela - mas depois você começa a ver que as coisas não são tão preto no branco assim;

   >Bandas de Bollinger - Abre a mente para idéias de operações que você pode desenvolver futuramente.

    > RSI : Ajuda muito quando você compara ele diretamente com o que você tem no gráfico, começa a dar noções de "forças" de compradores e vendedores. Também acho que é um que Abre a mente para novas idéias de táticas.

Suporte:

> Fibonacci: apenas entenda do que se trata. Acho interessante entender a relação do "Fibo" com a amplitude dos movimentos conjuntos no price action.


TAPE READING

De início, saiba ao menos o básico de como ler um book de ofertas e o times and trades da sua plataforma.
Procure ao menos saber o que é. Entender as pressões de mercados em preços específicos ou mesmo forças compradoras e vendedoras nos contratos e papéis através da "leitura da fita de preços" me trouxeram ótimos insights na elaboração de estratégias (e de fato utilizo parte desse conhecimento na minha estratégia atual).

Acho interessante reconhecer os 'players de mercado'. Enquanto temos um book aberto, o movimento conjunto de muitos players diferentes é algo quase "mágico" quanto você consegue pegar ao vivo - posso dizer que ganhei todas as vezes que consegui essa façanha, mas infelizmente é muito raro conseguir.
lém disso eu achei, como técnica BASE para um dia de operações, muito CANSATIVO! A atenção é absurdamente focada na tela para fazer um bom trabalho. Me surpreende que existam "youtubers" que consigam enganar operar e falar com a audiência ao mesmo tempo - eu fugiria desses.
Em 2h de pregão eu já estava exausto sentia que minha análise caia drasticamente de qualidade além de me cansar literalmente para o resto do dia (não operei por muito tempo essa técnica - mais em períodos de férias - pois trabalhava em outro lugar em paralelo).

FINALIZANDO

1. Repito: minhas impressões, minhas ideias: LEIAM TAMBÉM O DISCLAIMER NO RODAPÉ DO SITE!

2. Aquisição de conhecimentos em paralelo. Acredito que você precisa "sentir" o mercado sem muita demora. As vezes ficar meses só estudando sem sentir qual será a sua reação quando ver sua conta diminuindo, aumentando ou até zerando de valor torna menos efetivo. É uma junção de teoria e prática.

3. Não abordei a questão psicológica aqui. Acho que podem tirar algumas ideias nos posts marcados como # DAY-TRADE (mais no início do blog) e #PSI  (um dos posts). Mas talvez faça algo focado nisso futuramente.

4. Talvez eu tenha esquecido algum aspecto técnico (me lembre disso nos comentários, se eu achar pertinente, atualizo o post).


4 comments:

  1. Fala Kronos, blz?

    Muito interessante esse resumo.

    Aliás, você nunca utilizou o volume como indicador? ou algum destes que citou como adicionais já incluem o vol no cálculo?

    Não sei se é mania do FX mas acho vol fundamental, dá pra fugir dos horários ultra voláteis e de quebra subir nas costas dos movimentos dos Market Makers (corretoras, bancos e traders que carregam toneladas de dinheiro).

    Sempre que eu via um aumento repentino no vol contrário a tendencia das médias moveis era stop hunt dos fazedores de dinheiro, devo ter mais de 60% de win quando pego um vol grande em um dia de baixa volatilidade.


    Abraços,

    Math.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Usei bem pouco o Volume como indicador, mas certamente foi um ponto que esqueci de colocar, é importante ter conhecimento da análise dele sim. No início é fundamental e ele auxilia de certo modo no entendimento do tape reading também.

      Delete
  2. Muito legal o post, mas acho que antes de dar esse grande direcionamento seria melhor indicar o caminho psicológico pq já explica muito do que vai ser a profissão. Talvez valha outro post, o caminho técnico e o caminho psicológico.

    Abçs

    ReplyDelete
    Replies
    1. Pretendo no futuro algo sobre o psicológico, não no momento porque não me sinto preparado para um guia nesse sentido. Mas os posts sob a #TRADE e #PSI já dão alguma direção sobre meus pensamentos sobre isso.

      Delete