Tuesday, October 22, 2019

VWAP

Não falo muito de técnica aqui no blog, mas talvez dê alguns pitacos sobre coisas bem básicas (uma vez que não sou formado na área e muito do meu conhecimento são de estudos pessoais conforme a necessidade que tive no mercado e muito é totalmente empírico através do tempo de tela no mercado.

Resolvi falar do VWAP que acredito ser, depois das médias móveis, o indicador mais utilizado no mercado mundial. 

Definição e Fórmula:

direto da wikipédia
Volume - Volume  😛
Weighted - Ponderado
Average - Médio
Price -  Preço





Tradução: Preço Médio Ponderado por Volume (já vi quem escrevesse PMPV ao invés de VWAP - loucura... mas tem gente pra tudo rsrs)

Tradução da fórmula: Somátório dos Preços multiplicado pela Quantidade de negócios realizados dividido pelo somatório das Quantidades de negócios realizados de cada  trades realizados no time-frame selecionado do ativo especificado.

Curiosidade: trades cruzados NÃO entram para o cálculo do VWAP, uma vez que eles não afetam o preço e são feitos dentro das corretoras.


De forma geral e um consenso que preços acima da marca de VWAP tem uma tendência maior para continuidade de alta e abaixo do VWAP uma tendência para continuidade de baixa.

VWAP em ação: movimentos bruscos próximos do VWAP
Em seguida há um longo perído de manutenção de preço acima dele.



Aí poderia-se dizer: "Ah... mas se fosse tão certo assim "todo mundo ganhava"...

...mas a "pegadinha" deste indicador (assim como de TODOS indicadores) é o VWAP e nenhum outro pode prever durante quanto tempo temos um movimento altista ou movimento baixista.

Pessoalmente, considero a(o) VWAP como um norte para verificar possíveis posições futuras que montarei na operação e na maioria dos casos EVITAR entrar em operações uma vez que os pontos de cruzamento com o VWAP costumam ser confusos  e muitas vezes demorados para se resolverem. Também há casos (raros) em que, quando já estou dentro de uma operação,uma tendência ao cruzamento com o VWAP pode antecipar uma saída a mercado seja no Gain ou no Loss.

Outro ponto que percebo empiricamente é que no início do dia o preço costuma ficar muito próximo à linha do VWAP (obviamente, por conta da amostra de operações para o cálculo da mesma apenas estar iniciando), mas quando há um afastamento mais claro ainda nos primeiros 15 minutos, o preço costuma respeitar essa suposição de tendências pelos próximos 30 a 60 minutos. Porém acredito que isso seja útil apenas para Take Profit e Stop Loss mais curtos e estratégia de boa estatística de acerto, uma vez que os preço começarão a se movimentar de forma mais brusca após esse afastamento acentuado do VWAP. Também acredito que só se deve "aproveitar" esse movimento uma única vez, pois nunca se sabe se ele já foi até seu limite antes do pullback (o retorno por realização de lucro e reposicionamento antes da continuação do movimento) ou não. A partir daí fica de acordo com cada estratégia aproveitar a possível tendência ou mesmo o próprio pullback.

Apesar de eu detalhar algumas visões pessoais minhas (concordem ou não), leiam o disclaimer rodapé do blog e sejam felizes!

4 comments:

  1. Poxa, não entendo nada dessas coisas de trade, até assisti a vários vídeos mas não rolou! Vi em alguma postagem que vc escreveu sobre existirem youtubers que valem a pena, será que poderia deixar aqui algum link? YT é uma rede que consumo muito tbm, então ajudaria mto ter uma indicação! Claro, sempre que fizer atualizações venho aqui tbm, assim vou aprendendo por várias fontes!
    Boa sorte nos trades ai!

    ReplyDelete
  2. Oi Concurseira... quanto a aprender Análise Técnica acredito que praticamente qualquer material GRATUITO desses youtubers mais conhecidos já ajuda no início (Médias Móveis, VWAP, Bollinger) e o que gosto e mais utilizo: Price Action. É um meio para começar... seria bom ter uma plataforma com Replay de mercado ou no mínimo módulo de simulação para ir testando na prática o que vai aprendendo.

    Quanto a nomes, prefiro e pretendo não citar para não endossar ninguém (não que eu seja importante para isso rsrs), mas prefiro a neutralidade. Mas vendo muitos materiais pelo Youtube em muito pouco tempo identificará os tipos que cito na tag #TRADERSDEYOUTUBE. Só recomendo, de cara, fugir quem inicia vídeo e encerra vídeo vendendo curso. No início NÃO PRECISA PAGAR NADA para aprender. A internet é vasta já em português, em inglês isso aumenta muitíssimo se tiver acesso. Só para dar exemplo, quase caí na ideia de pagar R$5000,00 em um curso desses, quando pouco tempo depois de um dos maiores traders essa pessoa acabou ficando extremamente mal falado no meio pois o foco dele mudou totalmente para o coaching e os próprios cursos voltados para o trade se tornaram cursos de coaching com uma pitada de trade.

    ReplyDelete
  3. Valeu pelas dicas!!! Vou pesquisar sobre o que vc escreveu!
    Adicionei seu blog lá no meu, espero que esteja aparecendo (sou burrona pra essas coisas).

    ReplyDelete